6 motivos para você assistir à Copa do Mundo de Rugby 2015

Foto: Getty Images

A Copa do Mundo de Rugby 2015 será sediada na Inglaterra entre os dias 18 de setembro e 31 de outubro. O torneio movimenta milhões de pessoas em todo o mundo, seja torcendo por seu país ou apenas como observador e amante do esporte. Para você não ficar de fora dessa, o Torcedores.com traz para os fãs dos mais variados esportes, 5 motivos para assistir ao 3º maior evento esportivo do mundo.

LEIA MAIS:

Copa do Mundo de Rugby 2015: Conheça as regras do esporte

Copa do Mundo de Rugby 2015: Conheça as posições do jogo

1 – Dinâmica do jogo

O formato de um jogo de rugby assemelha-se ao do futebol. Dividido em dois tempos de 40 minutos, o jogo possui poucas pausas, deixando-o mais dinâmico para que assiste. Os passes são realizados apenas para trás ou para os lados, priorizando a corrida dos jogadores. Os chutes também são permitidos durante o andamento da partida, e são precursores de jogadas mais plásticas.

2 – É um esporte inclusivo

Pequenos, gigantes… Pessoas de todos os tamanhos e todos os pesos podem jogar o rugby, e a identificação com um atleta de porte físico semelhante ao seu pode ser um motivo de afeição pelo esporte.

3 – As danças tribais

O rugby também é marcado por peculiaridades antes de uma partida, as danças tribais. Nova Zelândia, Tonga, Fiji e Samoa realizam haka antes dos jogos, desafiando e intimidando seus adversários. O tipo de dança varia de acordo com o país que a faz, e com a tribo de origem. Sendo uma herança indígena, sempre é um grande espetáculo a se ver. Na Copa do Mundo de 2015, a quatro seleções estarão em campo, e você não poderá perder estes grandes jogos.

4 – Emoção à flor da pele

Desde o hino de um país, até o apito final do juiz, os nervos ficam alterados em uma partida de rugby. Isso acentua-se em uma Copa do Mundo, onde não se pode vacilar contra qualquer adversário. A emoção dos atletas na hora de cantar o hino do seu país é uma marca do esporte, onde muito mais que lágrimas aparecem: um espírito de luta e defesa de sua nação se evidencia.

5 – Grandes Públicos

Não basta ter grandes estádios para um torneio: é necessário enchê-los. Em 2015, um grande público é esperado para lotar os campos ingleses, e isso pode ser exemplificado bem logo na partida de abertura, com o estádio de Twickenham. Exclusivo para a prática de rugby, o estádio comporta cerca de 82 mil pessoas, e teve seus ingressos esgotados para o primeiro jogo, entre Inglaterra e Fiji.

6 – Mais que um jogo

Se você acha que são apenas homens correndo com uma bola, ou se empurrando, se enganou. O rugby é um esporte possui valores bem definidos: integridade, respeito, paixão, solidariedade e disciplina. Além disto, ajudou a unificar uma nação com problemas, como a da África do Sul de Nelson Mandela, logo após o apartheid. Em 1995, quando a Copa do Mundo seria realizada na África do Sul, a vitória do time da casa conseguiu unir as diferenças étnicas em torno de uma só bandeira, em uma só comemoração.

A história dos Springboks em 1995 é contada no filme de Clint Eastwood, Invictus.

Foto: Getty Images



Estudante de Jornalismo na UFPE, fã de esportes, apaixonado por futebol mas também rugby e futebol americano.