4 coisas que o Corinthians precisa fazer para interromper a série negativa contra o Santos

Corinthians x Santos
Foto: Daniel Augusto Jr/Agência Corinthians

O líder Corinthians tem um grande desafio na manhã deste domingo, às 11h. Enfrenta o Santos, na Arena, pela 27ª rodada do Campeonato Brasileiro. O rival não tem trazido boas recordações ao alvinegro do Parque São Jorge. Em 2015 foram quatro clássicos, com um empate e três derrotas consecutivas.

LEIA MAIS:
Renato Augusto retruca Elias na coletiva, “Esse cara é muito mala”
Corinthians ganha 17 mil adeptos em setembro e ultrapassa Palmeiras no ranking sócio-torcedor

O primeiro encontro na atual temporada ocorreu na primeira fase do Campeonato Paulista. O Timão dominou o jogo, abriu 1 a 0, mas sofreu o empate. Os dois times voltaram a medir forças pela 8ª rodada do Campeonato Brasileiro e o Peixe levou a melhor – 1 a 0, na Vila Belmiro.

Em agosto passado, Santos e Corinthians se enfrentaram pelas oitavas de final da Copa do Brasil e o time da Baixada Santista avançou com duas vitórias.

Os jogadores do Timão estão cientes que um triunfo em Itaquera deixará a equipe mais perto do tão sonhado hexacampeonato brasileiro.

No entanto, a tarefa para conseguir os três pontos será árdua. O Torcedores.com listou quatro coisas que o Corinthians precisa fazer para interromper a série negativa contra o rival.

Impor-se ao adversário: Atacar é a obrigação do Corinthians dentro de casa, seja contra pequeno ou grande adversário. Se fizer isso com regularidade nos 90 minutos possui chances enormes de faturar os três pontos na tabela.

Neutralizar as ações de Lucas Lima: O meia santista talvez seja o grande jogador brasileiro na temporada. Quase sempre desequilibra os jogos com assistências precisas aos companheiros. Nos dois jogos da Copa do Brasil, sobretudo no primeiro, teve muita liberdade para criar. Ralf e Elias vão ter papel importante em impedir que o camisa 12 troque passes e se movimente com facilidade.

Evitar contragolpes: O Santos tem um forte contragolpe. O Corinthians sentiu na pele isso na partida de volta das oitavas de final da Copa do Brasil. Os dois gols santistas saíram neste tipo de jogada. No primeiro, David Braz pegou a bola em seu campo de defesa e acionou Lucas Lima no meio de campo. Sem ser combatido por Bruno Henrique, o meia deu grande lançamento para Geuvânio na esquerda. O jovem santista cruzou para Gabriel, que ganhou na corrida com Uendel e tocou na saída de Cássio. O segundo gol teve início com Lucas Lima, que deu passe profundo para Marquinhos Gabriel no lado direito. O meia-atacante cruzou e Ricardo Oliveira ampliou.

Atenção especial com Ricardo Oliveira e Gabriel: A dupla é a maior carrasca do Corinthians em 2015. Juntos, balançaram as redes em seis oportunidades. O veterano tem quatro gols contra dois do jovem. Ambos possuem estilos diferentes de jogo, porém, têm em comum o faro apurado de jogo. Gabriel é rápido e veloz. Já Oliveira não mostra tanta movimentação em campo, mas se coloca muito bem dentro da área. É o maior centroavante em atividade no futebol brasileiro.

Foto: Daniel Augusto Jr/Agência Corinthians



Rafael Alaby é jornalista diplomado pela FIAM (Faculdades Integradas Alcântara Machado), com passagens pela Chefia de Reportagem de Esportes, da TV Bandeirantes, em São Paulo e site KiGOL. Pós-graduado em Jornalismo Esportivo e Negócios do Esporte (FMU)