Veja 5 erros que o Palmeiras não pode sonhar em cometer contra o Coritiba

Palmeiras
Foto: Cesar Greco/Ag. Palmeiras

Após duas derrotas e uma queda na tabela do Campeonato Brasileiro, a ordem de Marcelo Oliveira é uma só: o Palmeiras precisa vencer o lanterna Coritiba nesta quarta-feira, às 19h30 (horário de Brasília), no Couto Pereira. O treinador ficou bem irritado com os erros da equipe nas partidas contra Atlético-PR e Cruzeiro e não irá tolerar nova recaída logo mais se o grupo quer mesmo brigar pelo nono título nacional.

LEIA TAMBÉM:
5 motivos para Marcelo Oliveira escalar Cleiton Xavier como titular
Robinho, do Palmeiras, promete comemorar gol contra Coxa em sua “ex-casa”
O que precisa acontecer para ajudar o Palmeiras na 18ª rodada?
Cristaldo é o novo xodó da torcida do Palmeiras; relembre outros históricos
Palmeiras e Coritiba vivem situações opostas três anos após decisão da Copa do Brasil

A seguir, o Torcedores.com listou cinco falhas do Verdão que foram nítidas nos dois últimos reveses e que, portanto, não podem repetir no jogo de logo mais contra o Coxa. Caso contrário, os jogadores vão ouvir poucas e boas do professor Marcelo.

Confira!

1) Entrar desligado
O Palmeiras foi irreconhecível no primeiro tempo contra o Cruzeiro e, se não fosse por Fernando Prass, teria voltado para o vestiário com desvantagem maior. Por isso, Marcelo Oliveira deve ter conversado bastante com o grupo nesses dois dias para começar a partida ligado em uma possível pressão dos donos da casa.

2) Depender do juiz
No primeiro gol do Cruzeiro, o zagueiro Leandro Almeida reclamou bastante de falta antes da sequência da jogada que resultou no tento de Alisson. Por mais que o lance é discutível, não vale a pena torcer por uma marcação do árbitro em uma jogada próxima à área de Fernando Prass. Em caso de pressão na saída de bola, mais vale um chutão do que esperar pelo apito.

3) Passes errados
É injusto culpar Cleiton Xavier pelo gol de Arrascaeta no último domingo, mas o camisa 8 tinha a bola dominada e errou passe por pura displicência. Na sequência do lance, veio o castigo. Tudo isso serve para alertar os jogadores de que, independentemente do placar ou da região no campo, não se pode errar tantos passes como a equipe vem cometendo nas duas últimas partidas.

4) Apostar em chutões e chuveirinho
Pelo que Marcelo Oliveira disse na entrevista após o jogo contra o Cruzeiro, a tendência é que use Cleiton Xavier na vaga de Amaral para dar um toque mais técnico ao meio-campo alviverde. Por isso, com CX8 e Robinho se revezando na armação e marcação, não há o porquê de chutões diretos dos zagueiros ou mesmo cruzamentos sem necessidade dos laterais. A chave do Palmeiras, nesta quarta-feira, pode ser aproveitar melhor a qualidade do seu meio-campo.

5) Pensar pequeno
Por mais que o Coritiba entre em campo pensando unicamente na vitória, o Palmeiras não pode se deixar levar pela situação do adversário e precisa urgentemente se recuperar na competição. Após perder para Atlético-PR e Cruzeiro, sendo que o último não está bem na tabela, o Verdão encara o jogo de logo mais como decisivo para se manter perto dos líderes. O atacante Alecsandro disse que a vitória contra o Coxa “é obrigação”.

Curtiu a matéria? Siga o autor no Twitter: @fontes_matheus.
Facebook: Matheus Martins Fontes.

Fotos: César Greco/Ag. Palmeiras



Esportista de hobby, mas jornalista de profissão. Trabalhou como repórter do O Estado de S. Paulo, Revista TÊNIS. Tênis Virtual e CurtaTÊNIS em coberturas nacionais e internacionais de grandes eventos.