Técnico da Costa Rica acerta até criança em briga e depois se demite; assista

Paulo Wanchope é um dos maiores ídolos do futebol da Costa Rica, sensação da última Copa do Mundo (chegou às quartas de final) e estava no cargo de técnico da seleção local desde o fim do Mundial passado. Mas isso acabou hoje, com a divulgação de um vídeo no qual ele se envolve em briga e acerta até uma criança.

A discussão e troca de agressões com um homem (ele empurra um garoto ao abrir uma porta que divide a arquibancada do campo durante o conflito) ocorreram durante partida da equipe sub-23 da Costa Rica, que briga por vaga nas Olimpíadas de 2016, no Panamá.

Ao voltar à Costa Rica, ele acabou por renunciar ao cargo, após se reunir com dirigentes da federação local.

Nas redes sociais e nos comentários do vídeo, os costarriquenhos se dividem sobre a situação: muitos comentam que Wanchope, além da briga, não fazia um bom trabalho como técnico – ele caiu nas quartas de final da Copa Ouro, mês passado. Outros dizem que a briga não poderia causar a renúncia.

Veja abaixo o ocorrido:



Jornalista esportivo.