Roth permaneceu no Vasco por falta de opção; Renato Gaúcho é o novo alvo

A permanência de Celso Roth no comando técnico do Vasco da Gama surpreendeu a grande maioria dos torcedores vascaínos. Após a derrota para o Santos por 1 a 0, o próprio treinador já dava sinais claros de que de não continuaria em São Januário e, após desembarcar no Rio de Janeiro, foi direto ao encontro do presidente Eurico Miranda.

LEIA MAIS:
Torcedores ofendem Celso Roth e cospem em jogadores do Vasco

O mandatário era o único da alta cúpula cruzmaltina que ainda queria a permanência de Roth e sua voz, mais uma vez, foi superior. Eurico Miranda até autorizou membros da diretoria a entrarem em contato com Oswaldo de Oliveira, que dirigiu o time em 2000 sob o seu comando e já havia dito que aceitaria voltar ao Vasco, contudo, ante a negativa do ex-treinador do Palmeiras, Eurico recuou em relação à saída de de Celso Roth.

A permanência de Roth, no entanto, está condiciona ao jogo do próximo sábado (15), às 18h30min, contra o Coritiba. Vencer é mais do que necessário, é uma obrigação para que o atual comandante permaneça no cargo. Não obstante, o Vasco segue sem confiar em Celso Roth e, por isso, Renato Gaúcho, que também já passou pelo clube nas gestões anteriores de Eurico Miranda, foi procurado.

O maior jogador da história do Grêmio foi visto nesta quinta-feira em um restaurante com Álvaro Miranda, filho de Eurico, segundo informações do jornalista Bruno Lima, da Rádio Tupi, e se tornou o bola da vez para substituir Celso Roth, a quem no cenário atual está com poucas chances de continuar no Vasco. Todas as movimentações agora estão condicionadas aos 90 minutos de sábado. Só uma vitória salva Celso Roth.

Foto: Reprodução/Facebook