Pride teve lutas históricas no MMA mundial; relembre

O Pride tem fãs saudosos até hoje. Afinal, não foram poucas as lutas boas e os momentos históricos que o extinto evento japonês de MMA trouxe ao público. Para muitos atletas que até hoje são lembrados, o Pride foi o auge das carreiras.

É o caso de gente como os brasileiros Rodrigo Minotauro, Mauricio Shogun, Wanderlei Silva, do japonês Kazushi Sakuraba, do croata Mirko Cro Cop e do russo Fedor Emelianenko. Pisões, tiros de meta (chutes quando o adversário estava caído) e outras armas fizeram do Pride um dos eventos mais queridos de MMA do planeta.

Relembre grandes momentos no ringue japonês:

Minotauro x Bob Sapp (Pride Shockwave – 2002)

Foi o combate que consagrou Rodrigo Minotauro. O brasileiro aguentou castigo do gigantesco Bob Sapp, mas conseguiu reverter a luta no fim, vencendo com uma chave de braço. Até então, Minotauro já era o campeão dos pesos pesados da organização e estava invicto há dois anos.

Minotauro x Fedor Emelianenko (Pride 25 – 2003)

Minotauro foi derrotado pelo russo Fedor Emelianenko (foto) e perdeu o cinturão dos pesos pesados. Foi o primeiro de três combates que ambos travaram no evento japonês. E o europeu levou a melhor: venceu dois. No segundo embate, a luta ficou sem resultado.

Wanderlei Silva x Kazushi Sakuraba (Pride 13 – 2001)

O Wanderlei Silva dos tempos do Pride não era conhecido como “Cachorro Louco” à toa. O curitibano era um nocauteador violento. Que o diga o japonês Kazushi Sakuraba, derrotado na luta principal do Pride 13, em 2001. Foi a primeira de três vitórias de Wanderlei sobre o lutador oriental.

Kazushi Sakuraba x Royler Gracie (Pride 8 – 1999)

Foi a primeira luta de Sakuraba contra um membro da família Gracie. Pelo Pride 8, o japonês venceu Royler Gracie por finalização. Ele também lutaria (e venceria) Royce, Renzo e Ryan Gracie. Mais tarde, seria derrotado por Royce e por Ralek Gracie – em outros eventos.

Quinton “Rampage” Jackson x Ricardo Arona (Pride Critical Countdown – 2004)

Um dos nocautes mais espetaculares do MMA aconteceu no Pride Critical Countdown 2004. O brasileiro Ricardo Arona sofreu uma queda impressionante do americano Quinton “Rampage” Jackson.

Mirko Cro Cop x Wanderlei Silva (Pride Final Conflict Absolut – 2006)

Wanderlei Silva sentiu o gosto de ser nocauteado pelo croata Mirko Cro Cop em 2006. Há quem diga que, depois do chute na cabeça, a carreira de Wanderlei nunca mais foi a mesma.

Mauricio Shogun x Rogério Minotouro (Pride Critical Contdown 2005)

Shogun e Minotouro travaram uma luta sensacional no Pride há 10 anos. O curitibano levou a melhor na decisão unânime. Dez anos depois, eles travaram uma revanche no UFC, com novo triunfo de Shogun.

Crédito da foto: Reprodução



Jornalista, editor do Torcedores.com. Passagens pelos jornais Metro, O Estado de S. Paulo, Jornal da Tarde, Marca Brasil, Agora São Paulo, Diário de S. Paulo e Diário do Grande ABC.