“Pode isso, Arnaldo?” Pênalti contra o Flamengo vira falta em 2 toques

Arnaldo
Reprodução / TV Globo

Arnaldo Cezar Coelho é, sem dúvidas, um dos árbitros mais famosos e polêmicos da história do futebol brasileiro e um dos grandes nomes das transmissões da Rede Globo, atuando como comentarista de arbitragem. Consagrado por bordões como “a regra é clara” e por esclarecer perguntas como “pode isso, Arnaldo?”, o profissional traz em sua história situações não tão objetivas assim.

LEIA MAIS:
Mauro Beting se esconde embaixo de mesa por causa de Renato Maurício Prado
Para Kaká, “Neymardependência” não é problema para o Brasil
José Mourinho afasta médica gata do Chelsea, diz jornal
Filha de Romário revela que pai era ciumento: “Reclamava das fotos de biquíni”

Os torcedores do Santos, por exemplo, jamais esquecem o pênalti marcado a favor do time praiano que, sob o apito de Arnaldo, se transformou em obstrução, com a cobrança da falta em 2 toques, na final do Campeonato Brasileiro de 1983 diante do Flamengo. Após perder no jogo de ida por 2 a 1, o Rubro-Negro venceu no Maracanã por 3 a 0, mas enquanto o duelo estava em apenas 1 a 0 para o Fla, eis a confusão marcação de Arnaldo.

Na cabine da televisão após pendurar o apito, Arnaldo pode até ter deixado de viver a pressão de arbitrar do gramado, mas não ficou longe das polêmicas. Em 2012, em mais um duelo entre cariocas e paulistas, o comentarista de arbitragem cravou, antes de verificar no tira-teima, que Alecsandro havia feito um gol legal e que foi mal anulado pela arbitragem contra o Corinthians, pela 1ª jogo das Quartas de Finais da Copa do Brasil. Contudo, após o término do duelo, a emissora exibiu o tira-teira e Arnaldo constatou que o atacante cruzmaltino estava em posição irregular, o que irritou bastantes os vascaínos.

Por essas e outras, ele é uma verdadeira lenda, tanto dentro quanto fora de campo. “Pode isso, Arnaldo?”.

Foto: Reprodução/Sportv