Palmeiras vai fiscalizar meia-entrada na bilheteria

Crédito: Divulgação

Após liberar novamente as vendas das meias-entradas pela Internet, o Palmeiras vai confiscar os ingressos na bilheteria.

Os torcedores que adquiriram as entradas pela Internet para o jogo contra o Flamengo com cartões que possuam as bandeiras Mastercard ou Visa, deverão retirá-las nas bilheterias do Allianz Parque, apresentando uma documentação que comprove o benefício.

A ação é para evitar fraudes e inibir uma suposta “máfia da meia-entrada”, alegada pelo clube. Através disso, a diretoria decidiu parar com as vendas online dos bilhetes. No último jogo realizado em São Paulo, contra o Atlético-PR, todos os ingressos foram vendidos online, mas a cota de 40% de meia-entrada, exigida por lei, não foi reservada.

LEIA MAIS
Opinião: meia-entrada em estádios virou mina de ouro para bandidos
Cruzeiro não vende ingressos de meia-entrada e complica palmeirenses em Minas
Wallace é dúvida no Flamengo para o confronto contra o Palmeiras

A lei 12.933, prevista na Constituição Federal, “dispõe sobre o benefício do pagamento de meia-entrada para estudantes, idosos, pessoas com deficiência e jovens de 15 a 29 anos comprovadamente carentes em espetáculos artístico-culturais e esportivos” para o uso da meia-entrada.

O Palmeiras declarou que não irá proibir mais as vendas de meia-entrada, mas que vai “dificultar ao máximo a venda para os que não fazem jus ao benefício”.

Com informações retiradas da Folha de São Paulo

Crédito da Foto: Divulgação