Opinião: Gustavo Henrique merece chance no Santos há tempos

O técnico Dorival Jr indicou que escalará na defesa titular do Santos contra o Vasco, na noite desta quarta-feira em Vila Belmiro, o jovem zagueiro Gustavo Henrique. Ele entrará no lugar de Werley, talvez o jogador mais criticado pelo torcedor do clube no ano. Mas, mais do que pelas críticas ao zagueiro mais experiente, Gustavo merece essa chance há algum tempo, e por motivos variados.

O primeiro é a quantidade de gols que o Santos levou no campeonato: foram 24 sofridos em 17 jogos, a segunda pior da competição. Gustavo só atuou em quatro jogos, nos quais o Santos sofreu cinco gols (Atlético-MG, Avaí, Flamengo e Coritiba).

O detalhe é que, destes jogos, os dois piores defensivos foram contra Flamengo e Atlético-MG (dois gols em cada), quando Gustavo jogou ao lado de Werley. Por outro lado, 20 dos 24 gols sofridos pelo Santos foram com Werley em campo.

Depois, a idade: Gustavo Henrique começou a temporada como titular aos 22 anos, após dois anos como reserva de Edu Dracena e seu companheiro, fosse ele Dural, fosse ele Bruno Univi ou outros. Ou seja, a chegada de Werley já com o Paulista em andamento relegou Gustavo novamente ao banco sem a chance de mostrar que podria se firmar – Werley chegou já com a vaga no time titular automática, sem briga, sem ficar na reserva ou ter muitos treinos para mostrar qualidade antes.

Mais um fator, mais técnico, é a bola áerea: Gustavo Henrique ganha, em média, 3,8 bolas pelo alto por jogo. Werley apenas 1,3 em média. Claro, a quantidade de jogos é diferente, mas como o Santos leve bastante gol em cruzamentos/escanteios, e já há algumas temporadas, é um teste válido.

Gustavo, nos poucos jogos que fez, também desarmou mais, de acordo com dados do WhoScored, e afastou mais bolas – ambos em quantidade consideravelmente maior que Werley.

Gustavo Henrique, agora, deverá ter a chance da continuidade, algo que Werley teve nos últimos sete meses. Cabe a ele aproveitá-la. Caso não, cabe ao Santos procurar, seja na base, seja com reforço, uma novidade para 2016.

Foto: Ricardo Saibun/Santos FC



Jornalista esportivo.