Opinião: Conter a euforia gremista será o desafio de Roger Machado contra o líder

Foto: Lucas Uebel/Grêmio FBPA

O Grêmio viveu no último domingo, na Arena, o seu grande momento na temporada. Sem tomar conhecimento, o time gremista goleou o arquirrival Inter por 5 a 0, algo que não acontecia há mais de 100 anos. Não bastasse o placar elástico, o Tricolor subiu cinco posições na tabela e terminou a 17ª rodada do Campeonato Brasileiro na terceira posição, com 30 pontos ganhos.

LEIA MAIS:
Até os filhos de ex-jogador do Grêmio provocaram o Inter; confira
Enquete: Você é a favor dos jogos às 11h da manhã?
Vídeo com Galvão ‘narrando’ 5 a 0 no Gre-Nal viraliza na web; assista

O maior desafio de Roger Machado nesta semana será conter a euforia dos jogadores. O grupo precisa ter em mente que a batalha até o final de dezembro será árdua. E nesta quinta-feira vai ter a partida mais complicada da competição. A equipe pega nada menos que o líder Atlético-MG, no Mineirão. É o famoso jogo de seis pontos. Se conseguir a vitória fora de casa, reduzirá a diferença para apenas três pontos e entra forte na briga pelo título. Se tropeçar, o sonho da taça ficará mais longe de Porto Alegre. O Tricolor ainda correria o risco de sair do G-4.

Acredito na seriedade de Roger Machado, que na reapresentação do elenco na manhã desta terça-feira deve ter conversado com os seus atletas pedindo concentração total para a difícil missão contra o Atlético-MG. Na primeira atividade da semana, o comandante não deu moleza e cobrou intensidade e movimentação de seus jogadores durante treinamento em campo reduzido.

O zagueiro Erazo e o lateral-esquerdo Marcelo Oliveira, pelo menos no discurso à imprensa, colocaram os pés no chão e alertaram para a possibilidade de um tropeço na quinta-feira caso o grupo não esteja focado.

foto: Lucas Uebel/Grêmio FBPA



Rafael Alaby é jornalista diplomado pela FIAM (Faculdades Integradas Alcântara Machado), com passagens pela Chefia de Reportagem de Esportes, da TV Bandeirantes, em São Paulo e site KiGOL. Pós-graduado em Jornalismo Esportivo e Negócios do Esporte (FMU)