Nem cotovelada na Copa de 1994 acabou com a fama de bom moço de Leonardo

getty Images

No início da década de 90, o São Paulo conquistou o bicampeonato da Libertadores e do Mundial com o técnico Telê Santana. A geração de Zetti, Raí e Muller também tinha no elenco Leonardo, jogador revelado pelo Flamengo que atuou como lateral esquerdo e meio-campista no tricolor do Morumbi.

Convocado por Carlos Alberto Parreira para disputar a Copa do Mundo dos EUA-1994, Leonardo se desentendeu com Tab Ramos e levou o cartão vermelho no duelo contra os anfitriões, válido pelas oitavas de final do torneio. A cotovelada acertou a cabeça do atleta norte-americano, que saiu do gramado direto para um hospital da Califórnia.

A seleção brasileira superou a desvantagem numérica e venceu com gol do atacante Bebeto.

Leonardo atuou por apenas dois clubes no Brasil, mas teve longa experiência na Europa, onde está até hoje. Como jogador, ele passou pela Espanha, França e Itália. Também disputou a Copa de 1998, na qual a seleção canarinho viu a França conquistar a taça com 3 a 0 e show de Zidane na final.

A carreira na Europa seguiu mesmo após a aposentadoria. Leonardo trabalhou como técnico do Milan e da Inter de Milão antes de chegar ao PSG, onde ocupa cargo executivo até hoje.

Crédito da foto: Getty Images