Meu grid dos sonhos: os melhores pilotos e disputas

O grid dos sonhos da Formula 1. Não foi nada fácil escolher 15 pilotos, dentre todos os tempos, para fazer esse grid. Ótimos pilotos ficaram de fora, mas meu critério para a decisão foi: escolher os que considero melhores ou mais importantes e empolgantes. Além disso, alguns nomes foram incluídos devido a disputas que seriam muito interessantes de se ver.

Meu grid, obviamente, teria Ayrton Senna, pois é meu ídolo no esporte e o melhor piloto de todos os tempos, na minha nada humilde opinião. Mesmo as pessoas que não o consideram o melhor geralmente reconhecem que as corridas com ele eram muito empolgantes.
Se teria Senna, então teria Prost: Ayrton e o professor protagonizaram o que, para mim, foi a melhor disputa de todos os tempos na categoria. A rivalidade entre eles dava emoção às corridas e um motivava o outro a dar o seu melhor. Para quem não sabe, quando Prost se aposentou, Senna ligou para a casa dele pedindo para que voltasse a correr, alegando sentir-se desmotivado (!)

Eu não poderia deixar de colocar nesse grid duas lendas: Jim Clark (um dos grandes talentos do esporte e muito lembrado até hoje) e Juan Manuel Fangio com sua impressionante marca de 5 títulos mundiais. Também consta em meu grid o grande Graham Hill e Gilles Villeneuve – um dos mais talentosos que já existiu, e que mesmo sem um título, foi um piloto além dos números.

Ainda na categoria lendas do esporte, não poderia faltar um dos meus pilotos favoritos de todos os tempos: Niki Lauda! Sobreviveu às chamas, foi campeão mundial antes e depois de seu gravíssimo acidente e sempre se preocupou com a importância da segurança no esporte, sendo grças a ele que foram introduzidas diversas medidas…Enfim, ele é fantástico. E como eu gostaria de ver mais disputas entre ele e seu grande rival, colocarei também o James Hunt. Uma pena não terem corrido juntos por mais tempo, mas aqui eu realizo essa vontade.

Acrescentarei ainda mais dois brasileiros, não pela nacionalidade, mas pelo talento: Emerson Fittipaldi e Nelson Piquet – juntos, somam nada menos que 5 títulos mundiais. Emerson foi o professor e o cara que abriu caminho por aqui. Nelson sabia acertar um carro como ninguém, foi merecidamente tricampeão mundial e dono de uma das mais belas ultrapassagens que já vi na Fórmula 1 sobre, nada menos, que Ayrton Senna.

Por respeito à sua grande história na Fórmula 1: Jackie Stewart e Michael Schumacher. Estes dois grandes do esporte nunca me empolgaram tanto, mas não podem ficar de fora. Stewart era o piloto a ser batido em sua época e graças a ele várias inovações de segurança foram introduzidas. Schumacher, bom…É Schumacher, o maior campeão da categoria com 7 títulos mundiais.

Dentre os pilotos da atualidade, colocarei: Fernando Alonso, Lewis Hamilton e Sebastian Vettel. Alonso porque é o piloto mais completo da atualidade, Hamilton porque vem se tornando um campeão imbatível e Vettel porque é o maior campeão da atualidade, com 4 títulos mundiais, e eu gostaria de ter um comparativo entre ele e grandes do passado que tiveram menos títulos, mas que considero muito melhores. Acho que isso seria interessante.

Tudo isso aconteceria no meu circuito preferido: Spa-Francorchamps, na Bélgica. Lindo, com clima instável por causa da floresta e rápido. Circuito completo. Não sei quem venceria, e minha opinião pode ser suspeita porque eu tenho um piloto preferido, mas chuto que ficaria entre Ayrton Senna, Fangio, Lauda ou Villeneuve. Obviamente, eles estariam em condições iguais e seria um sonho vê-los disputando uma corrida.

Imagem: Divulgação



Autora do blog sobre automobilismo Racing Journal: https://racingjournal.wordpress.com/