Janeth Arcain: do mundial de basquete de 1994 ao Hall da Fama

Quem é Janeth Arcain do basquete brasileiro? - Foto: Getty Images

O Hall da Fama do basquete não é para todos. Só os melhores jogadores do mundo entram para sua história. E a brasileira Janeth Arcain está entre eles. A atleta é campeã mundial de basquete pela seleção (1994), tetracampeã da WNBA e ainda coleciona outros importantes feitos.

LEIA MAIS
Magic Paula: do troféu na infância ao ouro no Mundial de 1994
Conheça Pipoka, o ala-pivô que fez história no Brasil, na NBA e Seleção Brasileira

Não dá para não falar de Janeth quando se fala da seleção feminina brasileira de basquete. A história de ambos estão entrelaçados. Afinal, a jogadora é a terceira maior pontuadora do Brasil, tendo acumulado 2.247 pontos em 138 jogos oficiais, com média de 16,3 pontos por partida com a camisa verde amarela.

A atleta de 1,82 metros de altura começou a jogar basquete aos 14 anos de idades no bairro de Higienópolis, na capital paulista. Sua inspiração veio depois de assistir de perto o Campeonato Mundial de basquete, realizado em São Paulo, em 1983.

Janeth defendeu 11 times ao longo de sua carreira, tendo duas equipes estrangeiras. Na Espanha, ela vestiu a camisa do Ros Casares Velencia e, nos Estados Unidos, do Houston Comets. Foi nesse último que ela conseguiu o feito de quatro títulos da WNBA. A jogadora foi titular em 138 jogos em sete temporadas no Comets, com a média de 10,3 pontos, 3,7 rebotes e 1,9 assistências por jogo. Ela é considerada a quarta melhor pontuadora do Houston Comets, a segunda em média de roubos de bola (260) e a terceira em assistências totais (367) e rebotes totais (728).

Foi com sua superstição de pisar sempre na quadra primeiro com o pé direito que ela chegou ao topo. Janeth jogou ao lado de Magic Paula e Hortência e juntas conquistaram as históricas medalhas de prata nos Jogos Olímpicos de Atlanta (1996) e de bronze nas Olimpíadas de Londres (2000).

Após 24 anos de carreira, Janeth se despediu das quadras e da seleção com a prata no Pan-Americano do Rio de Janeiro, em 2007. Mas, sua história com o esporte não acabou por ai. Hoje, ela é técnica da seleção brasileira feminina sub-19. Aliás, desde 2009, a ex-atleta faz parte da comissão técnica, tendo levado a seleção sub-15 ao ouro no Campeonato Sul-americano, no Equador em 2009/2010.

A ex-jogadora da seleção ainda é administra o Instituto Janeth Arcain, que desenvolve trabalhos educativos para crianças e jovens de 7 a 17 anos de idade.

Foto: Getty Images



Jornalista pós-graduada em jornalismo esportivo e apaixonada pelo basquete desde os 11 anos de idade, independente do campeonato e da nacionalidade.