Ídolo no Botafogo, Nilton Santos virou nome de estádio e foi bicampeão mundial

Flickr Botafogo

Durante a década de 60, o time do Botafogo que disputou com o Santos de Pelé o status de melhor time do Brasil tinha como um dos pontos fortes do elenco o lateral Nilton Santos. Chamado de Enciclopédia, o carioca jogou apenas no Glorioso e na seleção brasileira.

É considerado por especialistas um dos revolucionários na posição, visto que conseguia administrar o poder defensivo com subidas ao ataque que geravam situações de gols. Na época, os jogadores que atuavam pela faixa lateral do campo concentravam suas forças e proteger a defesa, e o lateral do Botafogo mostrou que tinha potencial também para municiar o ataque.

Nilton Santos era um dos destaques do time do Botafogo que disputava com o Santos de Pelé o status de melhor time do Brasil durante a década de 60. Ganhou quatro títulos do Campeonato Carioca e também sagrou-se bicampeão mundial com a seleção brasileira na Suécia-1958 e Chile-1962.

Em 2009, o Botafogo inaugurou uma estátua em homenagem a Nilton Santos no Engenhão, estádio construído para os Jogos Pan-Americanos de 2007 sob o nome de Estádio Olímpico João Havelange. Desde o início do ano, o Botafogo que arrendou o espaço solicitou a alteração do nome fantasia do estádio: de Stadium Rio para Estádio Nilton Santos.

Crédito da foto: Flickr Botafogo