Opinião: Flamengo vence e covence o Atlético-PR no Maracanã

Flamengo
Gilvan de Souza / Flamengo

A partida desta quarta-feira entre Flamengo e Atlético-PR no Maracanã prometia ser de fortes emoções para a torcida do rubro-negro carioca. Eram vários os ingredientes: estreia de um novo camisa 10, cobranças pesadas para voltar a vencer no campeonato, pressão vivida pelo técnico Cristóvão Borges, tabu para ser quebrado e a expectativa de como o time seria sem o seu principal reforço Paolo Guerrero.

Muito bem, finalmente a imensa torcida ficou mais que satisfeita com o que viu? O Flamengo voltou a jogar como deve em seus domínios. Uma pena que desta vez não esteve lotado, mas é de se entender. De qualquer maneira foram 17.962 pagantes e 20.881 presentes na vitória por 3×2.

Hoje o time jogou como deve. Teve atitude, jogou unido, marcou em cima, não se apavorou quando levou os gols, evitou fazer faltas e errar passes. É claro que ainda tem muito para ser melhorado, mas o caminho é esse. O vencer, vencer, vencer do hino, somente virá mais vezes se tiver trabalho, trabalho e trabalho.

É assim que o torcedor que sempre apoia nos momentos difíceis que ver o time jogar. Ver a equipe desde o início se impondo e pressionando. A novidade também ajudou no desempenho. Eu confesso que me surpreendi com Ederson sendo improvisado no ataque ao lado de Emerson Sheik. Mas a tática com dois volantes e Alan Patrick vindo de trás deu muito certo. O novo reforço, enquanto aguentou ficar em campo, mostrou personalidade e tranquilidade para ser o novo 10 da Gávea. Fez lindas jogadas, deu combate e não se escondeu. A torcida ficou entusiasmada e confiante que daqui para frente tudo poderá ser diferente.

O Flamengo poderia até ter tirado a nota 10 na partida de hoje, mas pelas velhas falhas na bola parada, seria uma irresponsabilidade. Graças a união, comprometimento e principalmente pela ótima noite de Alan Patrick e Emerson Sheik, autores de dois dos três gols, não houve um novo tropeço em pleno Rio de Janeiro.

Agora é aguardar para ver se o rubro-negro consegue a sonhada e importante regularidade. Por enquanto a equipe vai quebrando os tabus. Desta vez voltou a vencer o Furacão em campeonato brasileiro. Foram seis longos anos de espera ou nove jogos. O curioso é que a última vitória ocorreu em 2009 – 2 a 1 com o gol de Adriano, que retornava à Gávea. E por falar em retorno, hoje também teve o retorno de Kayke, mas não deu para ver muita coisa, porém, penso que será importante para o returno.

Faça a sua aposta! A minha é de que o Flamengo deve ser realmente outro no 2º turno. A expectativa é de finalmente ver o time brigando na parte de cima da tabela e não para sobreviver na elite.

Até a próxima!

Crédito da foto: Gilvan de Souza / Flamengo



Sou formado em Publ & Prop, jornalismo e rádio. Trabalhei em grandes empresas do ramo de serviços e desde 2003 atuo na área esportiva. Fiz parte da equipe da rádio Record e rádio USP, onde criei, produzi e apresentei 2 programas esportivos. Coordenei o principal programa jornalístico da rádio Estadão ESPN. Atualmente atuo na área comercial.