Opinião: E aí Palmeiras, vamos perder mais um título?

Palmeiras
César Greco/Ag. Palmeiras

O que acontece com a Sociedade Esportiva Palmeiras? Há muito tempo um dos times mais instáveis do Brasil, e com certeza o mais instável entre os considerados grandes. A torcida vem sofrendo há algum tempo, amargando filas e rebaixamentos, títulos jogados fora – caso do Brasileirão de 2009 e a Sul-Americana de 2010 – e times medíocres.

LEIA TAMBÉM:
Veja os 7 pecados capitais que explicam a queda do Palmeiras no Brasileirão
Marcelo Oliveira garante que Palmeiras pode formar um time forte sem Gabriel
Falhas contra Coxa convencem Marcelo Oliveira de que “Palmeiras saiu do trilho”

O que mudou esse ano? Apenas o time, que não é mais medíocre. A fila nos campeonatos continua, e já jogamos um título fora! Agora no Brasileiro nossa instabilidade voltou. O que explica isso? Em boa parte, Gabriel é a palavra que define essa dificuldade, mas será só isso? Desde a chegada de Marcelo Oliveira, com o volante em campo foram nove jogos (sete vitórias, um empate e uma derrota). Sem ele, três derrotas.

O pilar do meio campo do Palmeiras se lesionou e está fora do restante da temporada. Quais as opções que temos no banco? Amaral e Andrei Girotto. Um só sabe marcar; outro só sabe jogar com a bola no pé. Nenhum deles tem a qualidade de Gabriel nos dois fundamentos. Arouca tem, mas parece que depois de sua passagem pelo Fluminense ele não sabe mais como marcar, a todo momento é visto no ataque.

Mas nem só da ausência do volante se explica essa situação. Jogadores que vinham sendo importantes na temporada como Rafael Marques e Robinho caíram de rendimento, Zé Roberto virou terceira opção. Contratados para resolver, Cleiton Xavier vem sendo uma piada em campo tendo participação direta em dois dos últimos cinco gols sofridos pelo Palmeiras. Lucas Barrios mal jogou um tempo inteiro e já se machucou. Deixamos Tobio ir pro Boca Juniors para trazer a irregularidade e insegurança de Leandro Almeida.

Enquanto o time não botar os pés no chão, parar de pensar que são parte do ‘ataque dos 100 gols’ de 1996, nada dará certo. Temos que continuar lotando nosso lindíssimo estádio, enquanto Marcelo Oliveira tem que arrumar um jeito de fazer esse time por a bola no chão, trocar passes e criar chances de gol com calma. Só assim poderemos brigar pela vaga na Libertadores, porque temo que o título não seja mais alcançável. Título mesmo, brigaremos pela Copa do Brasil.

Para o jogo contra o Flamengo, além do adversário, o Palmeiras terá que enfrentar o nervosismo, a pressão pela vitória e a ansiedade do time. Com calma voltaremos ao G4. O provável time de domingo, se ninguém se lesionar e com a volta dos suspensos: Prass; Lucas, Victor Ramos, Vitor Hugo e João Paulo (Zé Roberto); Arouca, Robinho, Cleiton Xavier (Zé Roberto), Dudu e Rafael Marques; Alecsandro. Egídio está suspenso e Barrios ainda é dúvida para a partida. Até o momento, mais de 30 mil ingressos vendidos.

Foto: César Greco/Ag. Palmeiras