Cristiano Ronaldo precisou de um ano para fazer dois gols de falta; Messi, de um jogo

Cristiano Ronaldo

O Barcelona conquistou nesta terça-feira a Supercopa da Europa, ao vencer o Sevilla pelo apertado placar de 5×4, com direito a três gols de faltas, seguidos, no primeiro tempo. Dois deles, de Lionel Messi. O gol do título foi do atacante Pedro, mas os méritos e atenções ficaram mesmo por conta do camisa 10.

LEIA MAIS
Cristiano Ronaldo leva ‘fora’ de modelo brasileira

Além de conquistar mais um título, o argentino mostrou porque deve ser eleito o melhor jogador do mundo. E isso nem tem tanto haver com suas conquistas ou números, mas sim se compararmos seu desempenho com o de seu maior “rival” Cristiano Ronaldo.

O português, mesmo sendo artilheiro isolado do Campeonato Espanhol, conquistou apenas o Mundial de Clubes e a Supercopa da Europa (2014), mas não foi suficiente para ajudar o Real Madrid na Champions League, Copa do Rei ou na disputa da liga espanhola.

Além disso, os dois gols de faltas marcados por Messi escancaram seu desempenho nesta temporada. Enquanto ele precisou apenas de um jogo, Cristiano Ronaldo precisou de um ano para conseguir este feito.

O primeiro foi em abril de 2014, na semifinal da Champions League, contra o Bayern de Munique, enquanto o outrou foi em abril deste ano, contra o Eibar, pelo Campeonato Espanhol.

Foto: Getty Images