Confira como Pride chegou ao sucesso e as origens do evento

O Pride era um evento de artes marciais mistas, que era organizado pela Dream Stage Entertainment. Os eventos aconteciam no Japão e eram considerados maiores do que o MMA e contava com os melhores lutadores do mundo, com participação de brasileiros também.

LEIA MAIS:
Entenda como funciona a pontuação no MMA e porque gera tanta polêmica

Na época os presidentes do Pride eram Nobuyuki e Sakakibara e Nobuhiko Takada que foi o diretor técnico do evento, foram os principais organizadores quando as lutas aconteciam no Japão. Eles ficaram na diretoria até 2008, quando o evento foi deslocado para o Estados Unidos.

Em 2008, Pride chegou a ser comprado pelo UFC até quando o evento foi decretado ao fim. No mesmo ano, os antigos organizadores do local chegaram a criar o DREAM que foi o ressurgimento do Pride.

A organização do Pride da DSE e chegou a alterar algumas regras no evento quando foi deslocado para o Estados Unidos. As mudanças chegaram a ser necessárias, para que o torneio acontecesse em tatames americanos.

Principal exemplo era os chutes e joelhadas que não era permitido, caso o lutador estivesse na posição de três ou quatro apoios. Outra regra era a cotovelada que não eram permitidos pela organização do evento.

Foto: Tomokazu Tazawa/Getty Images



Radialista, Jornalista com passagens como correspondente pelo site italiano CalcioNews24.com e pelo Arena Rubro-Negra. Atualmente setorista do Fluminense e Futebol Sul-Americano no Torcedores.com