Camille Rodrigues, musa do Parapan faria ensaio por alguns milhões

Reprodução/Facebook

O que os nadadores Talisson Glock e Camille Rodrigues tem em comum? Ambos faturaram medalhas de ouro no Parapan de Toronto e são considerados musos dos jogos. 

Leia mais: Bonito, tatuado e de ouro! Conheça o nadador Talisson Glock

A carioca Camille faturou a medalha de ouro 400m livre [Classe S9] e contou ao IG como se sentiu: ” Senti muito o final de prova e saí com meus braços ardendo por dentro, mas, quando se ganha uma medalha de ouro, é uma dor prazerosa”. Rodrigues também faturou a medalha de bronze nos 50m livre S9 e na quinta-feiraela foi a mais rápida nos 100 metros costas, classe S9, e garantiu mais uma medalha de ouro. Mas, mais do que medalhas, o que a nadadora mais acumula são fãs em suas redes sociais.

Divulgação/ CPB
Divulgação/ CPB

Sua página no Facebook tem quase 110 mil curtidas –, Camille se mostra muito vaidosa nas fotos que costuma publicar. Entretanto, garante que não pensa em virar modelo. “É maravilhoso esse titulo de musa que colocaram em mim, mas não me acho isso tudo”, diz. “Tiro algumas fotos só por hobby mesmo, não tenho nenhuma pretensão em seguir essa carreira.”, disse a gata ao IG.

Carregando o título de musa, será que ela toparia posar nua? “Acho que não teria coragem, pelo meu pai”. Depois, complementa com humor: “Mas, se fosse por alguns milhões de reais, talvez ele deixasse (risos)”, respondeu Camille com muito bom-humor.

Ela que é fã do André Brasil, grande medalhista parapan, está feliz com o ouro, mas está mesmo em busca da classificação para as Paralimpíadas do Rio 2016, a nadadora quer fazer bonito no quintal de sua casa. Para os que duvidam da capacidade de pessoas com algum tipo de deficiência física, Camille manda um recado: “Deficiência é não ter caráter!”

A musa tem mais uma chance de ouro na sexta-feira (14), no 100m livre S9.

Imagem: Reprodução /Facebook



Formada em jornalismo pelo Mackenzie, demorei anos para perceber que dá, sim, para ir atrás dos sonhos e trabalhar com o que se gosta: o esporte. Hoje me divido entre o esporte e a política. Nunca vou me conformar com os que dizem: "É só futebol.."