Veterana da seleção cutuca adversárias do Brasil na final do Pan

assinatura_Julia

Uma das responsáveis pelo ouro no Pan do Rio em 2007, a meia esquerda da seleção Rosana dos Santos avaliou as adversárias do Brasil na final dos Jogos Pan-Americanos de Toronto, que será disputada nesse sábado, às 19h30. Segundo ela, a Colômbia é um time perigoso e que vem em ascensão, mas que pode acabar tropeçando no próprio ego.

LEIA MAIS:
David Luiz manda mensagem de sorte à seleção feminina e é cornetado por internautas

A Colômbia vem em ascensão. Eles vem fazendo um trabalho na base bem interessante. Antigamente, a Colômbia respeitava muito mais o Brasil […] e hoje elas tão achando que já tão num nível muito parecido com o do Brasil, o que eu não acho.

Ouça o depoimento completo da jogadora, em participação no podcast das dibradoras:

Rosana está atualmente na Noruega, onde defende seu clube, o Avaldsnes. Há pouco mais de um mês, ela esteve com a seleção durante a Copa do Mundo disputada também no Canadá. Vestindo a amarelinha, além do Pan do Rio, a jogadora conquistou duas pratas olímpicas – em Atenas e Pequim – e foi vice-campeã do Mundial de 2007, disputado na China.

Se vencer amanhã, o Brasil conquistará o seu terceiro ouro Pan-Americano no futebol feminino. A modalidade integrou os Jogos em 1999, e desde então apenas Brasil (2x), Estados Unidos (1x) e Canadá (1x) chegaram ao lugar mais alto do pódio.

 

 



Cultura esportiva por e para mulheres. Sem clubismo, sem machismo, e com muita relevância. As ~dibras: Angelica Souza, Júlia Vergueiro, Nayara Perone, Renata Mendonça e Roberta Nina.