Vai a Londres? Não deixe de visitar o estádio do Arsenal, Emirates Stadium; veja fotos

Bárbara Scarelli/Torcedores.com

 

Os fanáticos por futebol que forem a Londres têm que ter o Emirates Stadium como parada obrigatória durante a visita. O gigante estádio do Arsenal possui visitas diariamente das 10h às 17h, acompanhadas por um audioguia eletrônico com opção para idioma português. Caso escolha inglês, o aparelho é narrado por algumas das lendas do time. O passeio a uma dos arenas mais modernas do mundo é válido até para quem não aprecia o esporte. 

É fácil chegar ao Emirates. Prova disso é que há duas estações de metrô muito próximas ao estádio, a Arsenal e a Holloway Road. Estima-se que 95% dos torcedores do clube vão a pé e de transporte ao Arsenal Stadium. O tour custa 20 libras cerca de R$ 104. No passeio está incluso as áreas principais do estádio, incluindo o vestiário e o túnel dos jogadores, lateral do campo, camarotes dos visitantes e também acesso ao museu interativo do clube.

A compra do ingresso é feita dentro da lojinha do time, após comprar o ingresso você irá insirir seu nome em uma máquina em frente ao guichê para no final da visita retirar o seu certificado.

A vantagem do audioguia é que você faz o seu tempo de visitação, no tempo e no ritmo que quiser, basta chegar em cada uma das 13 salas e selecionar o áudio e vídeo disponíveis.

A terceira sala, onde se localiza o camarote dos diretores visitantes além de contar com uma vista privilegiada conta com um restaurante luxuoso. Nas mesas dispostas em dias de jogo, os arranjos são decorados com as cores do time visitante e até mesmo flores pretas quando a visita é do New Castle.

No túnel dos jogadores, há fotos dos principais jogadores do clube nas paredes em tamanho real, é possível escolher seu ídolo e tirar uma foto ao lado dele. O percurso feito é o mesmo dos jogadores em dias de partida, desde o vestiário até o gramado e depois do gramado até a sala de imprensa.

Além de toda a estrutura do estádio, as curiosidades também impressionam. O teto do estádio se inclina para baixo para garantir o máximo de luz sobre o gramado, gramado este que foi desenvolvido e instalado antes das arquibancadas, diferente de tudo o que se faz. O teto também capta água da chuva para a irrigação do gramado. Os declines das rampas foram pensados para captar o som da torcida e ecoa-los.

Durante sua construção 9 mil pessoas trabalharam durante 123 semanas e dois dias para que o mesmo fosse erguido, sua capacidade é de 60.432 cadeiras, todas estofadas. Para que as pombas não denigram os assentos, uma vez por semana um falcão e solto para espanta-las.

No estádio em que a venda de bebida alcoólica é permitida, os funcionários trabalham para que mil litros de cerveja por minuto sejam servidos durante os intervalos.

Após o tour pelo estádio a saída é novamente na lojinha, lá você pode pegar seu certificado e aproveitar a loja de preço salgado. O ingresso ao tour também dá direito ao museu que fica na parte de fora do estádio. O museu conta com 2 salas que contam a história do time em fotos, vídeos, troféus e até jogos interativos.

Vale a pena ir!

* Curtiu esta matéria? Siga a autora no Twitter: @ba_scarelli



Formada em jornalismo pelo Mackenzie, demorei anos para perceber que dá, sim, para ir atrás dos sonhos e trabalhar com o que se gosta: o esporte. Hoje me divido entre o esporte e a política. Nunca vou me conformar com os que dizem: "É só futebol.."