Opinião: Ricardo Gomes é um erro ou uma história de superação?

Ricardo Gomes
Foto: Marcelo Sadio/Vasco.com.br

Ricardo Gomes foi um grande zagueiro. Em sua trajetória como jogador passou por grandes clubes como Fluminense, Benfica e Paris Saint-Germain. Como muitos ex-jogadores que não conseguiram deixar de lado o futebol se tornaram técnicos, Ricardo começou sua trajetória como comandante na França no comando do PSG.

Por lá, ele é bastante admirado pelo seu histórico de grande zagueiro. Em sua passagem como treinador por terras francesas, ele ganhou a Copa da França e a Copa da Liga Francesa. Outro bom trabalho de Ricardo foi levar o Bordeaux ao vice campeonato na Liga Francesa.

Já no Brasil, Ricardo nunca tinha feito excelentes trabalhos. Em 2010, no comando do São Paulo, o treinador sofreu um problema de saúde e, ao final do seu contrato, a diretoria resolveu não renovar – pois considerou que o trabalho não era bom. Em 2011, o Vasco tinha um dos seus piores inícios de ano da sua história. Após demissão do técnico PC Gusmão, o então presidente do clube fez uma aposta e trouxe Ricardo Gomes.

Tanto torcida como a imprensa estavam desconfiadas que aquele seria mais um trabalho ruim de Ricardo, mas com a chegada de jogadores experientes como Diego Souza e Alecsandro e um elenco que contava com Fernando Prass, Dedé e Felipe, o Vasco reverteu o quadro inicial e conquistou a Copa do Brasil daquele ano. Nesse momento o time da Colina também vinha vivendo um excelente momento no Campeonato Brasileiro, muito graças ao seu treinador que conseguiu formar um excelente time e um bom padrão de jogo. Foi quando no clássico contra o Flamengo, Ricardo Gomes passa mal e horas depois vem a confirmação de que se tratava de um AVC. Logo no momento que ele tinha o respeito dos torcedores e da critíca… era o seu melhor momento como treinador.

Agora, Ricardo Gomes acaba de ser anunciado como novo técnico do Botafogo. Sem dúvidas é uma aposta arriscada. Aquela desconfiança de anos atrás sobre o seu potêncial como treinador já foi deixada de lado, mas agora temos uma nova questão, será que o Ricardo vai conseguir cumprir bem a exigente e estressante vida que um técnico é submetido? Será que o os torcedores terão mais paciência? Há quatro anos ele deu sua primeira resposta, vamos torcer para que ele dê mais uma, dessa vez como exemplo de vida.

Crédito da foto: Marcelo Sadio/Vasco.com.br



22 anos, estudante de jornalismo, colaborador no site @torcedorescom, estagiário de mídias sociais no @PortalF3 e comentarista esportivo do programa @TabelaCarioca.