Renzo Agresta perde semifinal e fica com o bronze na Esgrima

Reprodução/Facebook

Renzo Agresta disputou pela quarta vez consecutiva os Jogos-Panamericanos e até então tinha conquistados duas medalhas de bronze, nas duas última edições. E desta vez, não foi diferente.

LEIA MAIS:
Seleção feminina de basquete deixa escapar o bronze para Cuba e finaliza o Pan em 4°

 Nesta segunda-feira (20), o esgrimista perdeu a disputa na semifinal, no sabre, para o canadense Joseph Polossifakis e repetiu o feito do Rio de Janeiro e Guadalajara.

Para chegar a enfrentar o anfitrião, Renzo Agresta teve cinco adversários e com uma derrota, terminou a primeira fase na segunda colocação, o que o deixou com adversários mais complicados pela frente.

Ainda sim, conseguiu vencer com tranquilidade, Jesus Carvajal, da Venezuela. E enfentou dificuldade para estar a frente do atleta de São Tomé, o campeão mundial, Drayl Homer. Já na semifinal, após abrir vantagem por 3 a 0, Renzo Agresta acabou levando a virada. Durante a disputa, ele chegou a pedir revisão a arbitragem em três oportunidades e ficou somente com uma pontuação.

Por 15 a 13, Renzo Agresta acabou conquistando sua terceira medalha de bronze, nos Jogos Pan-Americanos.Na final, o americano Eli Dershwitz venceu Joseph Polossifakis e ficou com o ouro panamericano.

Crédito da foto: Reprodução/Facebook



Graduada em Jornalismo, pós graduada em Jornalismo Esportivo e Multimídias. Tem passagens por: Premium Esportes; Arquibancada Olímpica, da Rede Gospel de Televisão; Jornalismo Futebol Clube e FutNet. Atualmente é analista de conteúdo na Idoc, colaboradora na ER Comunicação e no Torcedores.com.