Polivalente na Itália, Ederson assume função que Flamengo não tinha há 7 meses

Gilvan de Souza/Flamengo

Na última sexta-feira, o Flamengo oficialmente apresentou o meia Ederson como novo reforço do clube para o restante da temporada. O jogador de 29 anos chega com bastante moral e vestirá a camisa 10 do Urubu, que vinha “encostada” há exatos 229 dias. Ainda no final de 2014, o último a usar o manto sagrado que já foi de Zico acabou sendo o argentino Lucas Mugni, que nem mais faz parte do elenco rubro-negro na atualidade.

LEIA TAMBÉM:
Ederson diz que lesões ficaram no passado e quer sequência de jogos no Flamengo
Ederson pede bênção de Zico para vestir a 10 e exalta Flamengo

Na coletiva de apresentação, Ederson afirmou não ser problema em lidar com a pressão de vestir a camisa do ídolo flamenguista. O atleta, que rescindiu com a Lazio, aproveitou para explicar à imprensa qual será a sua função no time carioca. 

“Sou um meia de ligação. Meu papel é armar as jogadas, fazer as jogadas por trás. Quando não tenho a posse de bola, procuro fazer o trabalho defensivo. Na Europa sempre procurei ser muito polivalente, joguei como meia-esquerda, na ponta, mais recuado, mas minha função principal é ser meia de ligação”, esclareceu Ederson, que deve se integrar ao elenco de Cristóvão Borges na próxima quinta-feira.

O novo reforço do Rubro-Negro parece ter feito o trabalho de casa ao ver os últimos jogos desde a vitória contra o Internacional, em Porto Alegre. Para Ederson, a tarefa em defender as cores do Flamengo será facilitada com jogadores gabaritados no ataque, como Paolo Guerrero e Emerson Sheik. Everton também foi bastante elogiado.

“A responsabilidade é grande, mas fica fácil com grandes jogadores. Emerson, Everton e Guerrero são grandes jogadores e muito rápidos. Creio que podemos ter bom entrosamento e fazer bons jogos. O coletivo, quando funciona, exalta as qualidades individuais de cada jogador. Vivendo bem juntos, podemos criar um bom setor ofensivo para fazer gols e sair com as vitórias”, analisou Ederson.

11787381_10204685788006260_166256614_n

Neste final de semana, Ederson volta a Roma para resolver a mudança da família para o Rio de Janeiro, além de finalizar as últimas questões burocráticas com a Lazio. O nome do jogador já aparece no BID junto à CBF e, assim, Cristóvão pode usá-lo já na próxima rodada do Campeonato Brasileiro.

Curtiu a matéria? Siga o autor no Twitter: @fontes_matheus.
Facebook: Matheus Martins Fontes.

Foto: Gilvan de Souza/Flamengo



Esportista de hobby, mas jornalista de profissão. Trabalhou como repórter do O Estado de S. Paulo, Revista TÊNIS. Tênis Virtual e CurtaTÊNIS em coberturas nacionais e internacionais de grandes eventos.