Opinião: Título da França na Liga Mundial expõe nova era do vôlei

A França venceu com tranquilidade a Sérvia por 3 sets a 0 e conquistou pela primeira vez na história, neste domingo (19), o título da Liga Mundial de Vôlei. Um feito que expõe a nova era que vivemos no esporte mundial. Ainda é cedo para cravar, mas parece que finalmente ficarão para trás os tempos de domínios longos e absolutos.

LEIA MAIS
Opinião: TV canadense paga mico no Pan e prejudica sonho olímpico de Toronto

O vôlei é um dos esportes que melhor representam esses períodos. União Soviética/Rússia, Cuba, Itália e Brasil são alguns dos exemplos de superioridade duradoura.

Hoje, o vôlei masculino tem a França como atual campeã da Liga Mundial, a Polônia como última campeã do mundo e a Rússia como campeã olímpica. Três países diferentes, uma tônica desta década que parece normal, mas não era comum no passado.

Da mesma forma, uma olhada para trás e veremos que a Liga Mundial foi vencida por quatro nações diferentes nos últimos quatro anos. E, sim, como você pode reparar, o Brasil não foi citado nos títulos recentes, prova de que o poderio do time de Bernardinho na década passada já é mesmo algo para ficar em nossas memórias.

A seleção brasileira masculina vive momento complicado, mas normal. Todos os outros países citados no segundo parágrafo deste texto, seja no masculino ou no feminino, viveram uma era de perdas após um grande domínio. O bom para o voleibol mundial é que não houve a substituição de uma supremacia por outra. E o Rio-2016 segue em aberto, prometendo muita emoção.

Foto: Divulgação/FIVB



Editor do Torcedores.com, está no site desde julho de 2014. Repórter e apresentador da TV Torcedores. Formado pela Universidade Metodista de São Paulo, já passou por UOL, Editora Abril e Rede Record. Participou da cobertura da Copa do Mundo de 2014, de dois Pans, dos Jogos Olímpicos de Londres 2012 e do Rio 2016.