Opinião: Palmeiras rumo ao título!

Reprodução/Facebook

Na volta das minhas férias, depois de um tempo longe dos textos, não poderia haver hora melhor escrever sobre o nosso Palestra! Que campanha do Palmeiras até agora, amigos! Que campanha!!

O clima em São Januário, como sempre, amigável entre as duas torcidas, nos favorece nos confrontos frente ao nosso co-irmão do Rio. Bandeiras com mastro tremulando sem censura, torcidas dividindo a mesma arquibancada… Como não lembrar dos do Palmeiras 4 × 2 aplicados na Libertadores de 99? Show de Alex e Paulo Nunes!

E no “jogo–treino” de ontem o Vasco da Gama não viu a cor da bola. Foi um passeio tático, técnico e físico. Uma aula de futebol.

O Palmeiras, quando joga com confiança, é difícil de ser batido, porque a marcação lá em cima não dá espaço para o adversário sequer respirar. No melhor estilo blitzkrieg, o Palmeiras literalmente massacrou o time do Eurico.

Foi assim ontem, desde o começo do jogo, com Gabriel e Arouca incansáveis na marcação dos meias vascaínos, além de terem sido os grandes destaques na saída de bola, iniciando praticamente todas as jogadas ofensivas.

O Arouca, é bom que se diga, já há algum tempo voltou a ser o grande volante dos tempos em que recebia salário em dia lá no time da baixada… Faz tempo, hein?

Leandro Pereira, por seu turno, não dá a mínima chance à concorrência. Barrios, Alecsandro e Cristaldo terão que suar pela camisa 9 alvi verde. O “Banana”, também é bom ressaltar, foi outro que teve suas capacidades técnicas minimizadas pelo time do Governo Federal, após o chapéu que levaram… Pois então que fiquem com o refugo Vagner “Bunda de Urso” Love! Leandro Pereira: JAMAIS CRITIQUEI!!

Dudu, jogando com efeito suspensivo e vitamínico, é infernal pela ponta esquerda, fechando pro meio e se aproximando do centroavante. Resultado dessa movimentação foi o gol de ontem.

Conte 12 meses para trás, torcedor palmeirense!!! Dio santo, quanta diferença!!! Naquela altura já estávamos na zona de rebaixamento e acabávamos de perder o Choque-Rei na 15ª rodada!

Ademais, de semelhança com seu antecessor o professor Marcelo só tem mesmo o sobrenome. A postura à beira do campo, a capacidade de extrair o máximo das qualidades de cada jogador, a mágica de administrar um elenco inchado e de manter motivados aqueles que não jogam regularmente… A diferença é abissal!

Por fim, pra não perder o costume, eu gostaria de mais uma vez destacar a má vontade escrachada de parte da imprensa com o Palmeiras. Desta vez, o sr. Chico Lang, em mais um daqueles tão conhecidos ataques de insanidade aos domingos à noite, teve coragem de classificar a vitória de ontem como “ilusória” e que somente foi possível devido a três falhas do goleiro Martin Silva. Amigo, ilusório é o seu estádio e o seu título da Libertadores de 2000!

É isso! Estamos no caminho da retomada das glórias, torcida palmeirense!

Mas, existem dois fatores que podem complicar nossa vida rumo ao título: Sr. Walter Torre e o STJD. Estejamos alertas!

Crédito da foto: Reprodução/Facebook



Advogado. 30 anos. Amante do futebol de modo geral e da Sociedade Esportiva Palmeiras de forma incondicional! Recentemente montamos um blog sobre futebol (www.porbaixodaspernas.com.br), onde podemos expor nossas opiniões da maneira que mais gostamos: com a visão das arquibancadas!