Opinião: O Corinthians pagou caro pela covardia contra o Coritiba

Foto: Daniel Augusto Jr/Agência Corinthians

O Corinthians enfrentou na tarde deste domingo, no Couto Pereira, o Coritiba, dono da segunda pior campanha do Campeonato Brasileiro. O mais provável era que voltasse para a capital paulista com os três pontos na bagagem. Até os 46 minutos confirmava o favoritismo, porém, acabou sofrendo o empate em 1 a 1. Um castigo merecido para um time que fez 1 a 0 no final do primeiro tempo e passou a maior parte do segundo tempo com o bumbum lá atrás administrando o resultado.

LEIA MAIS:
Coritiba x Corinthians: Assista aos gols da partida no Couto Pereira
“Sentimento de derrota”, diz Tite após Corinthians sofrer empate nos acréscimos

Diante do Coxa, o Timão, que vinha em plena ascensão no Campeonato Brasileiro com três vitórias seguidas, fez uma exibição indigna de sua história. A equipe se acovardou diante de um horroroso Coritiba, que muito provavelmente vai jogar a série B em 2016. Os meias Elias e Renato Augusto se apresentaram muito mal. A impressão é que haviam comido uma mega feijoada no almoço. Vagner Love nem precisa dizer. Não dá para entender a insistência de Tite com o camisa 9.

Mesmo demonstrando certa preguiça no início de jogo e abusando dos erros de passes, o Corinthians cresceu na parte final e fez 1 a 0 com o zagueiro Felipe.

O Timão voltou melhor do intervalo e teve chances para ampliar. Na primeira, Felipe cabeceou para defesa espetacular de Wilson. Na segunda, Love não alcançou desvio de Edu Dracena no segundo pau. A última oportunidade ocorreu aos 16 minutos com Felipe que testou para fora. A partir dali, o Corinthians parou de jogar. Renunciou ao ataque e viu um frágil Coritiba ditar as ações ofensivas.

A verdade é que o time de Tite se contenta com pouco. Faz 1 a 0 e quase sempre abre mão de obter uma vantagem mais confortável. Nas vitórias sobre Ponte Preta, Atlético-PR e Atlético-MG, recentemente na Arena, o Corinthians abriu vantagem mínima, porém, com o passar do tempo se fechou na defesa e só não perdeu pontos graças aos goleiros Cássio e Walter. Contra o Coxa, Cássio não voltou a operar milagres…

Os dois pontos perdidos contra o Coritiba PODEM ter significado a perda do título brasileiro. Que a partida deste domingo tenha servido de lição. Se o Corinthians quiser o título, vai precisar fazer algo a mais…

Foto: Daniel Augusto Jr/Agência Corinthians



Rafael Alaby é jornalista diplomado pela FIAM (Faculdades Integradas Alcântara Machado), com passagens pela Chefia de Reportagem de Esportes, da TV Bandeirantes, em São Paulo e site KiGOL. Pós-graduado em Jornalismo Esportivo e Negócios do Esporte (FMU)