Hulkenberg lamenta acidente na Hungria: “Foi uma pena”

Protagonista do lance que mudou a história do Grande Prêmio da Hungria de Fórmula 1, Nico Hulkenberg lamentou o acidente sofrido na 43ª volta da corrida deste domingo (26), no circuito de Hungaroring. A asa dianteira da Force India se soltou, fazendo com que o alemão batesse na barreira de proteção, forçando a entrada do Safety Car, aproximando os líderes da prova.

LEIA MAIS:
Com ótima largada, Vettel vence na Hungria e iguala Senna na F1

“É uma pena nós perdermos a oportunidade de ter um ótimo resultado hoje. Eu não tinha muito sinal de que existia um problema com a asa dianteira – houve apenas uma vibração forte antes dela quebrar e depois que eu fui direto para a barreira. O impacto final não foi muito mau, pois aquele ponto da pista é bem protegido e absorveu muito bem a energia”,explicou o vencedor das 24 Horas de Le Mans.

“Até o acidente, as coisas estavam muito positivas: eu fiz uma ótima largada e estava correndo com as Red Bulls, o que mostra que demos um passo a frente com o carro com a asa b. A boa notícia é que nós temos tempo até a próxima semana para analisar o que aconteceu hoje e ter as soluções antes da parada de verão”, seguiu Hulkenberg.

“Confiabilidade tem sido um objetivo real de nossa temporada, então isso não é usual para nós termos estes problemas e o time fará sua lição de casa antes de nós chegarmos a Spa. Vou para as férias de verão sabendo que nós estamos competitivos e que nós podemos ter uma forte segunda metade de temporada”, completou o piloto da Force India.

Hulkenberg segue na nona colocação na tabela de pontos do Campeonato Mundial de Pilotos, com 24 pontos. Já a Force India ocupa a quinta posição do Mundial de Construtores, com 39 pontos em dez Grandes Prêmios.

Foto: divulgação/Force India



Jornalista com passagens pelas revistas Racing e House Mag.