Dica de leitura: histórias e curiosidades do futebol americano

Divulgação

O Brasil já foi considerado o país do futebol, mas infelizmente a bola redonda não anda correndo muito bem, principalmente no que diz respeito à Seleção Brasileira, uma vez que o torcedor se preocupa muito mais com o seu clube de coração.

Desta forma, o brasileiro aos poucos se torna fã de outros esportes. Não é de hoje, por exemplo, que o público por aqui se apaixona e acompanha cada vez mais o futebol da bola oval.

Mas fique tranquilo, caso você não seja um grande conhecedor deste esporte, hoje te dou uma excelente dica para começar a aprender e também poder fazer parte de um grande lançamento à lá Peyton Manning.

No próximo dia 27 de julho, a Livraria Cultura do Conjunto Nacional, localizado na Avenida Paulista, receberá às 18h30, o jornalista esportivo Paulo Mancha, que graças a sua estreita ligação com o futebol americano, após sua visita no Hall deste esporte em Ohio, juntamente com tudo sobre a história dos Estados Unidos lançará o livro TOUCHDOWN! – 100 histórias divertidas, curiosas e inusitadas do futebol americano”.

O livro nos oferece muitas curiosidades deste grandioso esporte. Dentre os mais variados e divertidos assuntos, você vai saber por que se chama futebol, mesmo esse sendo jogado com as mãos, assim como qual foi à influência do Rugby no início da pulverização. Saberá que antigamente o touchdown não valia pontos e que lançar a bola era algo proibido.

Mancha é um exímio conhecedor do futebol americano. O livro nos relata regras bizarras do início dos jogos, fala do surgimento do huddle, aquela roda formada pelos jogadores para combinar estratégias e muito mais.

Mesmo que não seja um fã da modalidade, vale a pena conferir os 100 fatos colocados em ordem cronológica. Você poderá se sentir presente em partidas históricas narradas pelo autor, como o jogo beneficente de 1930 entre os New York Giants e a equipe de estudantes da University of Notre Dame, que serviu para arrecadar dinheiro para as vítimas da Grande Depressão e para mostrar definitivamente quem era melhor: os estudantes ou os profissionais. Você  também saberá qual foi o maior massacre da história desse esporte, ficará por dentro do maior jogo de todos os tempos que ocorreu na decisão do NFL de 1958, entre os Giants e os Colts, além das situações inusitadas durante a transmissão dessa partida.

Então! Ficou curioso? Tem muito mais a sua espera. Tem história de ex-presidente que quase morreu engasgado durante um jogo. Tem partida jogada a 26 graus Celsius, brasileiro atuando na NFL, e de quebra Paulo Mancha de maneira didática traçando o perfil do futebol americano para os leitores com pouco ou nenhum conhecimento das regras do jogo.

E não se preocupe! Se você não entender algum termo específico citado ao longo do livro – um glossário esclarece todo o vocabulário futebolístico usado pelo autor.

Anote aí na sua agenda: Dia 27 de julho, às 18h30, vale a pena dar uma passada na Livraria Cultura do Conjunto Nacional, na Avenida Paulista para adquirir o seu exemplar com um preço especial e se encontrar com esse grande comentarista de futebol americano nos canais ESPN.
Até a próxima!

Foto: Divulgação



Sou formado em Publ & Prop, jornalismo e rádio. Trabalhei em grandes empresas do ramo de serviços e desde 2003 atuo na área esportiva. Fiz parte da equipe da rádio Record e rádio USP, onde criei, produzi e apresentei 2 programas esportivos. Coordenei o principal programa jornalístico da rádio Estadão ESPN. Atualmente atuo na área comercial.