Guerrero diz estar muito feliz e que o objetivo do Flamengo é a parte superior da tabela

Foto: Gilvan de Souza/Flamengo

Atacante peruano participou da entrevista coletiva após o treinamento desta quinta-feira no Ninho do Urubu. Guerrero disse que o Flamengo entra para vencer o Goiás no próximo domingo, no estádio Serra Dourada.

LEIA MAIS:
Ederson se despede da Lazio e diz que vai jogar no Flamengo com a camisa que foi do mito Zico

Guerrero chegou e já caiu nas graças da torcida do Flamengo. O atacante analisou seu próprio desempenho nesse início de Fla e disse que o time vai para vencer o Goiás.

– O aproveitamento pessoal está sendo fantástico, três jogos e três gols. Estou indo em um bom caminho. Estou muito feliz em pertencer ao Flamengo, o entrosamento está evoluindo. O jogo contra o Goiás vai ser um jogo difícil, mas estamos retomando a confiança que o Flamengo deve ter, por ser um time grande. Vamos para vencer – disse o atacante.

O camisa 9 disse que o objetivo do rubro-negro carioca é chegar na parte de cima da tabela e com a ajuda dos reforços, que estão chegando, o clube pode conquistar a vaga para Libertadores.

– O objetivo do Flamengo é claro, desde que tive a primeira reunião com Rodrigo Caetano. Me contou as ideias do clube. O Flamengo vai crescer muito nos próximos anos, ideias muito positivas, estão chegando reforços. É um bom caminho e estamos com uma boa chance de seguir crescendo, levando o time para a parte superior da tabela. Eu sou um cara que tem muita confiança aqui. Enfrentei muitos dos meus companheiros. Esse time tem a qualidade para brigar por uma vaga na Libertadores. Tenho absoluta certeza – afirmou Guerrero.

O peruano ainda lamentou a ausência de Emerson Sheik, suspenso por ter recebido o terceiro cartão amarelo, mas acredita que o treinador do Fla saberá o que fazer.

– Sheik é um grande jogador, muito importante para o time. Fará muita falta, mas temos jogadores capazes de substituir. O professor Cristovão tem trabalhado nisto – disse Guerrero.

Guerrero ainda elogiou a torcida, falou da música que vem das arquibancadas e lembrou da importância do sócio-torcedor.

– Vi muitas vezes a música (Acabou o caô, o Guerrero chegou). Achei engraçado, agradeço quem fez a música. Nunca tive ouvido esta expressão, mas é muito bom ter este reconhecimento. O ritmo é novo para mim, gosto de funk, sertanejo, pagode. Não sou fã, mas gosto de ouvir nas concentrações, no ônibus. Acho legal. O Flamengo precisa de sua torcida e é muito bom ver o aumento do sócio-torcedor, que é muito importante na construção da equipe e do fortalecimento do clube – disse.

Por fim, o atacante peruano lamentou que o antigo ídolo do Flamengo, Adriano, não esteja atuando e estranhou a imprensa peruana apelidá-lo de Imperador.

– O Adriano é um grande jogador, na sua época da Itália pelo Inter. Uma pena que não esteja jogando agora. Na verdade me estranha algum jornal do Peru colocar este apelido de Imperador em mim – disse Guerrero.

O próximo compromisso do Flamengo será a partida diante do Goiás, domingo (26.07), às 16h, no estádio Serra Dourada. O rubro-negro carioca busca sua segunda vitória seguida no Campeonato Brasileiro.

Curtiu essa matéria? Siga o autor no Twitter: @allanmadi
.
Foto: Gilvan de Souza/Flamengo