Goleiro Filipe brilha, mas Comercial é vice nos Regionais

comercial

Mesmo com as incertezas do departamento profissional, os trabalhos nas categorias de base do Comercial não pararam.  Procurados pela Prefeitura de Ribeirão Preto, o Alvinegro da Joia aceitou representar a cidade nos Jogos Regionais do Interior disputados em Barretos. Na final, disputada hoje à tarde, a equipe perdeu para os donos da casa por 2 x1 e ficou com a medalha de prata.

Mesmo com a derrota, o trabalho feito pelo técnico Glauco, que jogou pelo time profissional do Comercial, e sua comissão não ficou em segundo plano. O vice-campeonato mostrou que desempenho dos jovens jogadores podem render bons frutos para o plantel profissional.

O goleiro Filipe, 15 anos, destaque do time na competição, pode ser um deles. Ele acredita que o Comercial fez uma boa campanha e destaca a dificuldade em enfrentar times com idade maior que a deles.

“Nesse campeonato jogamos contra equipes sub 20 e o nosso elenco era todo sub 17. O time é muito bom e, mesmo a gente sendo mais novo, conseguimos chegar na final. Infelizmente o título não veio, mas o aprendizado foi enorme. O Comercial está se reestruturando aos poucos e a nossa base trará grandes frutos ao Leão”.

Campanha

No primeiro desafio, o Leão venceu o Monte Azul por 2 a 1. Na segunda partida, a estrela do goleiro Filipe brilhou. Sem jogar desde abril, o jovem jogador foi decisivo na classi alvinegra diante do Batatais. No tempo normal, partida empatada em 1 a 1. Nos pênaltis, ele pegou duas cobranças e “bafinho” levou a melhor, fazendo 4 x 2.

Na semifinal, contra Monte Alto, mais uma vez Filipe salvou o Comercial. 1 a 1 no tempo normal e vitória alvinegra nos pênaltis, com o jovem goleiro defendendo uma cobrança. A decisão foi contra os donos da casa. O Barretos acabou levando a melhor e batendo o Leão por 2 x 1.

Torcida aprova

Para a torcedora Marli Massoneto, a medalha de prata mostrou o bom trabalho realizado na base do Leão. “Eu como torcedora achei que foi ótima a campanha, porque o Comercial foi representado por atletas de 15, 16 e 17 anos, enquanto as outras cidades tinham jogadores de 20. Mesmo assim conseguimos uma honrosa medalha de prata. O Comercial está indo muito bem na sua categoria de base. Este será, sem dúvida, o futuro do nosso time”Crédito: Marcos Bezerra

Foto: Reprodução/Facebook



Ribeirão-pretano com orgulho e apaixonado por todas as modalidades esportivas. Jornalismo esportivo é uma das paixões que carrego em meu peito. Sonhar é o que mantém o Homem vivo. "O Homem não morre quando deixa de existir, e sim quando deixa de sonhar".