Eurico Miranda provoca o Fluminense e renova contrato de Rodrigo

Foto: Paulo Fernandes-Vasco.com.br

O presidente do Vasco da Gama, Eurico Miranda, concedeu uma breve, mas polêmica entrevista coletiva neste segunda-feira (20), em São Januário. Após a vitória do Gigante da Colina por 2 a 1 sobre o Fluminense, o mandatário aproveitou a oportunidade para fazer novas provocações ao rival e também para confirmar a extensão de contrato do zagueiro Rodrigo.

LEIA MAIS:
Na internet, Odvan provoca Fred após vitória do Vasco em clássico; veja
Após vitória sobre o Flu, Renato Maurício Prado se rende ao Vasco
Antes do clássico contra o Flu, Eurico provoca: “Sempre gostei de ajudar os mais fracos”
Fluminense x Vasco: Veja os gols da vitória vascaína
Vasco vence o Fluminense e torcedores zoam a freguesia tricolor
Após vitória, Rodrigo critica Juninho Pernambucano ao vivo

Envolvido em uma polêmica contra o atacante Fred e o comentarista Juninho Pernambucano, ambos desafetos de Eurico Miranda, Rodrigo teve seu contrato estendido por dois anos em São Januário:

“Só quero me manifestar em relação ao episódio envolvendo o Rodrigo. Achei deselegante o que jogador (Fred) e treinador (Enderson) falaram. Mas não vou entrar nesse mérito. A posição do Vasco sobre esse assunto é comunicar a todos que o aposentado Rodrigo renovou contrato por mais dois anos. Já havia a decisão de renovar, já estava acordado. Mas eu apressei porque disseram que ele estava aposentado. Gosto de renovar com aposentados”, disse provocativamente Eurico Miranda.

Contudo, engana-se quem acha que a confusão ia parar por aí. Diante do microfone, Eurico continuou as provocações e não poupou o time das Laranjeiras:

“Eu disse que o Ronaldinho ia fazer uma boa companhia ao Andrezinho. E, no dia em que ele foi apresentado, o Andrezinho fez o gol. Deve ser alguma força que faz isso. Outra que eu disse e repito: o Vasco ganha do Fluminense no asfalto, em qualquer lugar. O Fluminense é um freguês que paga em dia, nem precisa correr atrás (…) Entraram dois times de 11 jogadores, em principio para jogar de igual para igual, mas um deles estava todo cheio de medo. Entraram borrados. O cara não pode jogar dez vezes contra o Vasco e não conseguir ganhar uma”, afirmou Eurico Miranda.

O retrospecto recente do Vasco sobre o Fluminense é inegável, mas nem sempre as coisas foram assim. Houve um período em que o Tricolor dava as cartas diante do Cruzmaltino, porém, Eurico faz questão de ressaltar que isso faz muito tempo:

“Até 86, o Fluminense tinha a superioridade no número de vitórias. De lá para cá, nessas coisas do destino, se inverteu”, concluiu Eurico Miranda.

Foto: Paulo Fernandes-Vasco.com.br