Enquete: Resultados do vôlei preocupam para 2016?

O vôlei brasileiro teve quatro competições simultâneas neste mês de julho, o que obrigou as seleções masculina e feminina a se dividirem para as disputas de Grand Prix, Liga Mundial e Jogos Pan-Americanos de Toronto. O resultado acabou sendo um mês sem nenhum título para o Brasil. No feminino, medalha de prata no Pan e de bronze no Grand Prix. No masculino, medalha de prata no Pan e nada na Liga Mundial, em casa.

LEIA MAIS
Opinião: Pan-2015 marca fim da euforia esportiva da Record

A eliminação na fase de grupos das finais da Liga Mundial, disputadas no Maracanãzinho, palco do vôlei nas Olimpíadas de 2016, acendeu a luz amarela na preparação do técnico Bernardinho para os Jogos do Rio de Janeiro. O Brasil usou sua força máxima nesse evento e acabou derrotado pela França logo na estreia, um resultado que custou a vaga na semifinal.

No Pan, o time de jogadores menos experientes até surpreendeu ao chegar à final. Na decisão do ouro, contra a Argentina, pesou justamente essa falta de experiência ao time, que perdeu a chance de fechar o jogo no quarto set e acabou triturado no tie-break.

Na seleção feminina, Zé Roberto levou ao Pan algumas campeãs olímpicas, como Jaqueline, Fernanda Garay e Adenízia. Acabou criando dois times desentrosados, o do Pan e o do Grand Prix.

A pergunta que fica é: esses resultados preocupam para 2016, ou são apenas normais diante das dificuldades de calendário? Vote na enquete abaixo:



Editor do Torcedores.com, está no site desde julho de 2014. Repórter e apresentador da TV Torcedores. Formado pela Universidade Metodista de São Paulo, já passou por UOL, Editora Abril e Rede Record. Participou da cobertura da Copa do Mundo de 2014, de dois Pans, dos Jogos Olímpicos de Londres 2012 e do Rio 2016.