Em casa, Brasil enfrenta campeão do US Open para ficar na elite da Copa Davis

Cristiano Andujar/CBT

Em sorteio realizado nessa terça-feira na sede da Federação Internacional de Tênis (ITF), em Londres, o Brasil ficou sabendo que enfrentará a Croácia na repescagem do Grupo Mundial da Copa Davis entre 18 e 20 de setembro. Como o time verde-amarelo viajou à Europa para enfrentar os rivais pela última vez, em 2008, dessa vez João Zwetsch terá a chance de escolher o piso, as bolas e o local da série em solo sul-americano.

LEIA TAMBÉM:
Brasil cai no ranking e pode enfrentar Suíça de Federer e Wawrinka na Copa Davis

Muito provavelmente a equipe escolherá o piso de saibro, o preferido de Thomaz Bellucci, número 1 do País e 41º do ranking da ATP. O prazo para a Confederação Brasileira de Tênis (CBT) definir a sede do confronto termina no começo do mês de agosto.

Enquanto o Brasil foi derrotado por 3 a 2 pela Argentina em março, os croatas foram superados pela Sérvia de Novak Djokovic por 5 a 0. Na ocasião, o jovem Borna Coric foi o principal jogador chamado pelo capitão Zeljko Krajan.

Hoje a Croácia conta com três tenistas no top 100 do ranking mundial, com destaque, é claro, para Marin Cilic, número 9 do mundo e atual campeão do US Open. O jogador treinado por Goran Ivanisevic não disputou a série contra os sérvios por estar recuperando de lesão no ombro na época. Também estão no pelotão de elite da ATP o gigante Ivo Karlovic, 23º do mundo, e Coric, uma das maiores promessas do tênis masculino. Com apenas 18 anos, ele ocupa o 36º posto da ATP.

Conhecido dos brasileiros pela parceria com Marcelo Melo, Ivan Dodig é o quarto melhor ranqueado da Croácia atualmente, estacionado em 103º. Nas duplas, ele é o quarto melhor, atrás apenas dos irmãos norte-americanos Bob e Mike Bryan e de Melo.

Já pelo lado brasileiro, Zwetsch deverá contar com a “espinha dorsal” dos últimos anos, formada pelo pupilo Bellucci para as simples e Melo e Bruno Soares para a partida de duplas. A dúvida, como sempre, fica para o segundo simplista, porém muito provavelmente o capitão chamará João Souza, o Feijão, que foi o grande destaque diante da Argentina ao vencer um ponto de simples e disputar a partida mais longa da história da Copa Davis diante de Leonardo Mayer. Na ocasião, o paulista perdeu por 15 a 13 no quinto set com 6h42min de duração.

Único confronto entre Brasil x Croácia
Em 2008, a Croácia liderada por Karlovic e já aposentado Mario Ancic derrotaram o Brasil de Francisco Costa por 4 a 1 no carpete indoor de Zadar também pelos Play-offs do Grupo Mundial. Bellucci e Thiago Alves caíram em três sets para Ancic e Karlovic, respectivamente. O ponto decisivo foi marcado por Karlovic sobre Bellucci, em quatro sets, após Melo e André Sá venceram o jogo de duplas no sábado.

Curtiu a matéria? Siga o autor no Twitter: @fontes_matheus.
Facebook: Matheus Martins Fontes.

Foto: Cristiano Andujar/CBT



Esportista de hobby, mas jornalista de profissão. Trabalhou como repórter do O Estado de S. Paulo, Revista TÊNIS. Tênis Virtual e CurtaTÊNIS em coberturas nacionais e internacionais de grandes eventos.