Conheça bastidores do Vasco após o clássico contra o Fluminense

RIO DE JANEIRO, BRAZIL - JULY 19: Jhon Cley 0f Vasco battes for control of the ball against Giovanni of Fluminense during their Brasileirao Series A 2015 match at Maracana Stadium on July 19, 2015 in Rio de Janeiro, Brazil. (Photo by Matthew Stockman/Getty Images)

Após o jogo entre Fluminense e Vasco aconteceu uma discussão entre o zagueiro cruzmaltino Rodrigo e o centro avante tricolor Fred. Porém esse atrito que pode ser considerado normal pois todos jogos acontecem fatos desse tipo não foi o único, Rodrigo utilizou a entrevista que concedia ao repórter da rede globo e e respondeu ao comentarista e ex jogador vascaíno Juninho Pernambucano, o zagueiro não concordou com as critícas realizadas pelo atual comentarista sobre o seu excesso de poder sobre o grupo o vascaíno.

Analisando o fato e ouvindo também torcedores do clube da colina podemos perceber algumas situações:

1 – O Juninho agora é comentarista e deve se comportar como tal, o fato da sua critíca ao zagueiro se originou pois alguns torcedores vascaínos foram xingados por Rodrigo, e essa atitude não cabe a um jogador com tamanha rodagem . O Rodrigo tem que entender que a torcida do Vasco é o maior patrimônio do clube e deve ser respeitada.

2 – Se tiver algo mal resolvido entre Rodrigo e Juninho o agora atual comentarista não pode comprometer seus comentários com rusgas passadas. O fato do Rodrigo bater o tiro de meta estava relacionado a uma lesão do goleiro. Não concordo que o Rodrigo cobre todas as faltas, mas se ele faz ou é por falta de opções e também pela autorização do comandante, agora com as opções de Anderson Sales e Andrezinho que são excelentes na bola parada esse quadro deve mudar.

3 – Existe uma clara divisão política em São Januário, Rodrigo é um jogador de extrema confiança de Eurico que acabou de renovar seu contrato por 2 anos, uma temeridade levando se em conta que o zagueiro já se encontra com 34 anos, o ideal seria renovar por apenas 1 ano. Já Juninho que sempre teve um péssimo relacionamento com Eurico, é a favor do grupo que faz oposição ao atual presidente liderado por Julio Brant e apoiado por outros ex grandes jogadores vascaínos, como Edmundo.

Na última quarta feira o gol de Juninho Pernambucano contra o River Plate completou 17 anos. A partida era da volta das semi finais da Copa Libertadores de 1998, um dos maiores títulos do clube da Colina. No primeiro confronto o Vasco venceu o River Plate por 1×0 e jogava pela vantagem do empate, dito e feito após um primeiro tempo que o River saiu na frente, Juninho que não tinha marcado nenhum na competição entrou no segundo tempo para marcar o gol que virou música nas arquibancadas, na decisão o Gigante da Colina bateu o Barcelona (Equador).

Crédito da foto: Getty Images



22 anos, estudante de jornalismo, colaborador no site @torcedorescom, estagiário de mídias sociais no @PortalF3 e comentarista esportivo do programa @TabelaCarioca.