Come-Ferro: A trajetória de confrontos históricos

Foto: Reprodução/Facebook

Duas cidades, dois importantes times: Ribeirão Preto e Araraquara são cidades próximas com muitas atrações oferecidas à moradores e visitantes, entre elas, merece destaque a rivalidade entre seus times, representando Ribeirão temos o Comercial e a cidade de Araraquara, a Ferroviária.

LEIA MAIS:
Rio Branco x União Barbarense – 100 anos de histórias

O Comercial nasce em 1911 fundado por um grupo de comerciantes com a proposta que criar um novo clube de futebol para a cidade, com o apoio de fazendeiros, produtores de café o clube ganha destaque no cenário da cidade e da região comemorando quase 104 anos de existência.

Em Araraquara é fundada em 1950 a Associação Ferroviária de Esportes, conhecida e chamada por Ferroviária, criada por engenheiros e trabalhadores da estrada de ferro Araraquara que tinha como objetivo iniciar um clube esportivo cujo servidores da antiga estrada de ferro representariam o time, dando inicio a uma história de 65 anos de conquistas.

A trajetória dos times começa nove anos depois em um jogo pela serie A1 do Campeonato Paulista de 1959. Foram realizados dois confrontos, nos quais a Ferroviária sai com a vitória e a terceira posição geral no fim do campeonato.

Desde o primeiro confronto os times se encontraram no total de 64 partidas oficiais entre Campeonato Paulista serie A1, A2, A3 e Copa paulista. Dentre todos os jogos o time com maior aproveitamento foi o Comercial com 25 vitórias, um rendimento de 39% das partidas. A Ferroviária obteve uma marca de 20 conquistas, explorando 31% das disputas, contabilizando também 19 empates, 30% dos jogos. Em confrontos diretos contra o Comercial a Ferroviária leva vantagem como mandante, sendo mais da metade dos jogos disputados em Araraquara, destacando o primeiro confronto entre os times em que o placar foi de 5 a 1 para o time da casa.

A rivalidade entre as equipes aumentou desde o último confronto em fevereiro de 2015, pela quinta rodada do Campeonato Paulista. Em um jogo disputado, a Ferroviária saiu com a vitória fazendo com que o Comercial, até o final do campeonato, seja rebaixado para A3 e a Ferroviária garanta o acesso para série A1.

Um dos principais jogadores do Comercial na campanha de 2015, o lateral-direito, Thiago Baiano, fala da emoção de entrar em campo no clássico Come-Ferro.

“Eu nunca tinha jogado contra a Ferroviária, mas sabia de suas grandezas. Um time muito bom aonde nos deu muito trabalho. Pena que não tive a oportunidade de jogar o jogo todo contra eles por causa de uma pancada que levei no joelho e me tirou do jogo.Um time bem montado aonde teve as melhores oportunidadese saíram do jogo com a vitória. ”

O atleta ainda afirma que houve uma cúpula para que ele não entrasse em campo no decorrer do campeonato. “Em relação em entrar ou não em campo nunca passou pela nossa cabeça em não jogar. Somos profissionais e defendemos um escudo então entramos em campo com a mesma vontade de sempre. ”

Entretanto, finaliza retirando a culpa dos jogadores e ainda parabeniza a campanha do time adversário: “Mas a ferroviária mereceu subir pelo futebol que mostrou no decorrer do campeonato. ”

OBS: Os dados apresentados foram retirados dos sites oficiais de ambos os times e do site ogol.com.br

Foto: Reprodução/Facebook



Estudante de jornalismo da UFOP e futura jornalista