Campeonato Paulista de Basquete começa no sábado (25) com transmissão em TV aberta

Reprodução/Facebook

Numa rodada antecipada para o próximo sábado (25), Liga Sorocabana e Jacareí fazem o tip-off da edição 2015 do Campeonato Paulista de Basquete. Sem o Palmeiras, mas com os caçulas Osasco, do treinador Ênio Vecchi (ex-Seleção Feminina), o “Paulistão” começa fortalecido com a transmissão em TV aberta, pela RedeTV! e com os grandes times do país.

Transmito os jogos ao lado do companheiro Maurício Capela dentro da SuperFaixa do Esporte, sempre a partir das 14h, no comando de Luciano Faccioli e Débora Vilalba.

Nove das 15 equipes que disputaram o NBB 7 estão no estadual. Seis destes times terminaram a Liga Nacional entre os 10 melhores da temporada passada. A força do estado de São Paulo também se mede pelo número de atletas convocados para os Jogos Pan-Americanos de Toronto. Foram oito jogadores no total (quatro do Bauru, um do Franca, um do Limeira e outro do Mogi das Cruzes).

Campeonato tradicional que começou nos anos 30, tem o Corinthians (hoje sem time na modalidade) como maior campeão (13 títulos). Foi do Timão aliás a base da fase áurea da Seleção Brasileira, nos anos 60, com direito a dois bronzes olímpicos (1960 e 1964), geração que já veio do título mundial de 1959. O Sírio foi o dono da transição dos anos 70 para a década de 80, com sete títulos nacionais e o Mundial de 1979 já com Oscar Schmidt e Cláudio Mortari de técnico. Em seguida, o Monte Líbano, treinado por Edvar Simões, jogador nos anos 60, revelou Pipoca, Israel, Mauri etc.

Isso tudo na capital paulista. No interior, o Franca é talvez a maior marca ainda em atividade do basquete nacional. É o único clube que nunca encerrou suas atividades e, portanto, é o mais vitorioso da história nacional. Conquistou 11 vezes o campeonato brasileiro e é o segundo maior campeão paulista, também com 11 canecos. Além das fronteiras, foram seis campeonatos sul-americanos e quatro Pan-Americanos do dono do “Pedrocão” desde 1953. Sem falar do XV de Piracicaba (de Zé Boquinha/ESPN), Limeira, Araraquara e tantos outros pólos no estado.

Para esta temporada, há novidades interessantes. Osasco, cidade totalmente identificada com o vôlei, resolveu investir no basquete. Contratou o experiente técnico Ênio Vecchi (foto) para comandar a formação do time que vai disputar a Liga Ouro, que dá acesso ao NBB. O time da Grande São Paulo herdou a vaga do Palmeiras, que descontinuou seu time de baloncesto.

REGULAMENTO

Como as edições recentes, o formato do Paulista terá dois grupos com seis equipes jogando em turno e returno. Quatro se classificam para a fase de mata-mata a partir das fase quartas-de-final. Confira as chaves:

Grupo: A 
E.C. Pinheiros
Paulistano/Unimed
Liga Sorocabana de Basquete
Jacareí Basketball/ABJ
São José Desportivo
Mogi das Cruzes/Helbor

Grupo: B 
América Esporte Clube (São José do Rio Preto)
Rio Claro Basquete
Winner/Limeira
Paschoalotto/Bauru
Franca Basquete
AERCO Osasco

Os primeiros jogos com televisionamento da RedeTV! já estão definidos, todos com início às 14h10 AO VIVO. Anote aí:

25/07 – Liga Sorocabana x Jacareí
15/08 – Osasco x América
22/08 – Mogi das Cruzes x Paulistano
29/08 – Franca x Rio Claro
05/09 – São José x Pinheiros
12/09 – Bauru x Limeira

O torneio também marca o início da temporada 2015/2016 do basquete nacional e trará além das estrelas da Seleção, norte-americanos talentosos como Shammel e Larry Taylor, além de talentos emergentes. Não é demais lembrar que Anderson Varejão (Franca), Leandrinho (Palmeiras e Pinheiros), Marcelinho Huertas (Pinheiros) e Bruno Caboclo (Pinheiros) são estrelas que estão na NBA e na Europa e que começaram suas trajetórias nos times de São Paulo.

Crédito da foto: Reprodução/Facebook



Narrador esportivo da Rádio Globo e da RedeTV! Cobri três Copas do Mundo (2006, 2010 e 2014), duas edições de Jogos Olímpicos de Verão (2008 e 2012) e uma de Inverno (2010), além de uma edição de Jogos Pan-Americanos (2011). Mais de 30 modalidades esportivas já narradas em 10 anos de carreira.