Atual pivô da seleção é o novo contratado do Flamengo para a próxima temporada do NBB

Atual pivô da seleção é o novo contratado do Flamengo para a próxima temporada do NBB - Foto: FIBA Américas

O tetracampeonato parece não ser suficiente para o Flamengo. O time quer mais. E por isso, logo após perder um de seus pivôs Cristiano Felício para o Chicago Bulls, tratou de buscar novos reforços para o garrafão. O novo contratado é João Paulo Batista (JP), atual pivô da seleção brasileira no Pan-Americano e recém campeão do campeonato francês com o Limoges.

LEIA MAIS
Brasil é atropelado pelo Canadá nas semifinais e disputa o bronze contra Cuba nesta segunda
Cristiano Felício assina contrato com Chicago Bulls e será mais um brasileiro na NBA
 

Enquanto Felício dá adeus ao Novo Basquete Brasil, JP volta para o Brasil após sete anos na Europa. Aos 33 anos, JP acumula passagens no Sport Club do Recife, no Paulistano, no campeonato lituano e francês, no basquete universitário norte-americano (Western Nebraska e Barton Country), sendo que em 2004 foi eleito o melhor atleta de sua conferência na NCAA (liga universitária dos EUA) e na Summer League da NBA pelo Minnesota Timberwolves.

O jogador de 2,06 metros de altura ainda soma passagens pela seleção brasileira nos Jogos Pan-Americanos do Rio de Janeiro (2007), quando conquistou o ouro; um Pré-Olímpico em Las Vegas (2007); duas Copas América (2009 e 2013); um Sul-Americano (2010); e uma Copa do Mundo (2010)

Atualmente, JP está na seleção brasileira de basquete que disputa o Pan-Americano, em Toronto. A estreia do time será nesta terça-feira (21). A equipe ainda conta com futuros companheiros do pivô: Vitor Benite, Olivinha, o preparador físico Diego Falcão e o técnico José Neto.

Enquanto isso, o futuro dos argentinos Nicolas Laprovittola e Walter Hermann no Flamengo ainda é incerto. O prazo para renovação com os atletas já acabou, mas segundo o site oficial do time os jogadores ainda não se posicionaram sobre ficar ou não no Clube.

Foto: FIBA Américas



Jornalista pós-graduada em jornalismo esportivo e apaixonada pelo basquete desde os 11 anos de idade, independente do campeonato e da nacionalidade.