Após nova suspensão por reclamação, Osorio promete: “Não serei mais expulso”

Osorio
Crédito da foto: Reprodução/TV

Juan Carlos Osorio mostrou chateação por não estar presente no banco de reservas neste domingo no duelo do São Paulo contra o Cruzeiro. Após mais uma expulsão por reclamação, o colombiano, em entrevista coletiva, prometeu que não não falará mais com os árbitros.

Osorio afirmou que queria estar frente a Vanderlei Luxemburgo, treinador que o colombiano respeita, e para não ser expulso ele até prometeu para seus familiares.

“Fico muito triste, frustrado (de não ficar no banco). Queria competir contra um grande time como o Cruzeiro e um treinador tão reconhecido como Luxemburgo, que respeito muito. Prometi à minha família e filhos que não serei mais expulso. Vou tentar cumprir. Para o jogo de domingo, estarão Milton e Luis Paes no banco. Trabalhamos muito em detalhes sobre o jogo”, explicou.

Para não ser expulso, Osorio já tem algo em mente e reforçou o coro de que não aplaudiu o árbitro no jogo contra o Sport.

“Na terça, acompanhei um jogo da Libertadores (Guarani x River Plate) e procurei prestar muita atenção nas reações dos dois treinadores. Eles foram tão emotivos e participativos quanto eu e ficaram no jogo sem nenhum problema. Creio que sempre há espaço para interpretação. Estou seguro de que não o aplaudi. Eu não vou mais falar com os juízes”, finalizou.

Vale ressaltar que Juan Carlos Osorio também havia sido expulso contra o Palmeiras e ele será julgado tanto por essa quanto pela do jogo contra Sport.

Foto: Reprodução/TV



Jornalista. Como todo torcedor também gosto de dar meus pitacos. Fã da seleção italiana, do Milan e do Arsenal.