Ambivalência: WR do Buffalo Bills é medalhista no Pan

Getty Images

Marquise Goodwin tem apenas 24 anos, mas já pode dizer que deixou sua marca no esporte. Em qual? Em dois! Marquise foi draftado em 2013 pelo Buffalo Bills, e disputa a NFL com a equipe. Porém é também um atleta olímpico.

Não sei o que Goodwin fará caso um dia o futebol americano vire um esporte olímpico, mas desde já, ele acumula conquistas no atletismo. Ontem, foi prata no Pan-Americano de Toronto, na prova de salto em distância.

Nascido no Texas, o ainda garoto se divide entre os dois esportes desde os tempos universitários. Marquise conseguiu classificar-se para as Olimpíadas de 2012, em Londres, mas lá não teve grandes resultados – ficou apenas em décimo. Seguiu treinando futebol americano até, no ano seguinte, ser draftado pelos Bills.

A capacidade do atleta causa espanto quando sabe-se que ele treinou apenas dois meses para a competição, e mesmo assim ficou atrás apenas de seu compatriota, Jeffery Henderson, medalha de ouro. Nos Bills, apesar de reserva e ser Wide Receiver, tem sua velocidade privilegiada quando é escalado para retornador kick-off.

O jogador, exalando alegria, contou: “Estou me sentindo muito bem. Não treinei muito, é meu segundo evento no ano. Conquistar a medalha de prata foi muito bom. Sou muito agradecido por poder estar aqui, por representar meu país e conquistar essa medalha. Sempre sonhei com isso, poder estar na NFL e na pista de atletismo ao mesmo tempo. É meio surreal ter uma oportunidade como essa”.

Ainda afirmou que pensa nas Olimpíadas de 2016, aqui no Brasil, e pretende ter uma temporada sem lesões para ter as devidas condições de disputar a competição. A NFL começa em setembro, e Marquise Goodwin tem uma longa temporada pela frente. Mas, se a maré não for boa, ele pode saltar novamente para as pistas de atletismo. Elas o estão esperando.



Estudante de Jornalismo na Universidade São Judas Tadeu. Amante do futebol, apaixonado por futebol americano e interessado pela antropologia esportiva.