A pitada de política na participação dos mexicanos na Libertadores

Getty Images

O recente sucesso do Tigres na Libertadores da América não é apenas um ponto futebolístico, e sim envolvendo muita política.

De 1998 pra cá clubes como Tigres, Toluca, Pachuca, Chivas, América do México, Tijuana, Léon, Cruz Azul e entre outros,tem uma espécie de “convite” para poderem disputar a maior competição entre clubes na América do Sul,o “convite” entre aspas,pode se entender sem aspas também,pois essas equipes que vem se reestruturando de forma louvável e montando excelentes times e com estruturas ótimas,fazem apenas alvoroço na competição,pois os clubes mexicanos não podem disputar o Mundial de Clubes da Fifa pela Libertadores, e sim pela Concachampions,competição disputada entre clubes da América do Norte e Central.

Essa politicagem que existe não é apenas na Libertadores,mais a Conmebol chegou a convidar o Japão para disputar a Copa América de 2011.

Clubes como América do México, Léon e agora o Tigres, fizeram estragos aqui no Brasil eliminando equipes como Flamengo,Santos e Internacional,e diga-se de passagem com um ótimo futebol,deixando aparecer bons jogadores como o Cabañas do América (em 2008) e agora o Aquino do Tigres, e tendo o Rafael Sóbis – brasileiro, ex-Fluminense e Internacional como grande maestro e ajudando muito o clube que tem uma fortuna e uma estrutura impecável, e pode sim ganhar de forma muito especial a Libertadores desse ano encima do River Plate da Argentina.

O problema é essa questão de que um clube já entra sem a vontade de querer conquistar não uma vaga,ganhando um título sim,mais pra todos já dá uma vaga pro suposto “vice”. Parabéns ao Tigres que chegou de forma lindíssima à essa decisão e que está buscando o título,diferentemente de outras equipes que só entram para tumultuar.

E questionamos também o porquê dessa situação que se torna chata,pois o envolvimento político de federações e países em busca de uma situação financeira melhor para si mesmos é o que nos deixa com essas dúvidas e indignações.

Crédito da foto: Getty Images



Sou um apaixonado por esportes,em maior destaque futebol e basquete,procuro adquirir sempre conhecimentos sobre vários assuntos e em maior ênfase o esporte e busco sempre mesmo sem formação em jornalismo obter conhecimento no meu trabalho e auxiliar os leitores.