18º no grid, Felipe Nasr reclama de aderência da Sauber na Hungria

Felipe Nasr não teve um sábado (25) dos melhores em Hungaroring. O brasileiro da equipe Sauber foi eliminado ainda na primeira fase do qualifying para o Grande Prêmio da Hungria de Fórmula 1 e ficou apenas com a 18ª colocação no grid de largada. Com o tempo de 1min24s997, o novato, que seguirá no time suíço na próxima temporada, foi mais rápido apenas em relação aos carros da Manor Marussia.

LEIA MAIS:
Insuperável, Hamilton conquista pole position para o GP da Hungria de F1

De acordo com Nasr, o forte calor que faz na Hungria – a temperatura da pista durante a classificação alcançou 52°C – foi prejudicial para o carro da Sauber, que não consegue gerar downforce suficiente para que o carro ande rápido no travado circuito de Hungaroring.

“Já era esperado que nesse calor a gente ia sofrer muito, principalmente pela falta de downforce, nosso carro vem escorregando muito e isso péssimo para os pneus. É difícil a gente sentir o grip por uma volta completa”, comentou o brasileiro, em entrevista à TV Globo, após sua participação no qualifying.

“Vai ser uma corrida difícil amanhã e vamos tentar capitalizar para conseguir ganhar posições com o erro de outras equipes”, concluiu o brasileiro, que terá melhorias em seu carro a partir da próxima etapa, o GP da Bélgica, quando a Sauber receberá motores Ferrari atualizados com melhorias feitas durante o ano.

O Grande Prêmio da Hungria de Fórmula 1 será disputado neste domingo (26), com largada marcada para 9h, pelo horário de Brasília.

Foto: divulgação/Sauber



Jornalista com passagens pelas revistas Racing e House Mag.