#Tite54anos: Paulistão- A continuação de títulos de Tite pelo Corinthians

Tite
Foto: Reprodução/Facebook

Após seu ano de ouro no comando do Corinthians em 2012, Tite viveu altos e baixos pelo timão no ano seguinte. Mesmo com a morte do torcedor Kevin Espada em Oruro pela Libertadores e a triste eliminação para o Boca Juniors em pleno Pacaembu, Tite começou a temporada com o título do Campeonato Paulista.

Vindo dos recentes títulos da Libertadores da América e do Mundial de Clubes no ano anterior, o Corinthians entrou como favorito nos campeonatos em que participava. O Paulistão 2013 ainda tinha formato de pontos corridos na primeira fase, e mata-mata entre os oito melhores. Focado na Libertadores, o time paulista atuou muitas vezes com equipes mistas ou reservas, já que manteve boa parte do elenco campeão no ano anterior, além da contratação milionária de Alexandre Pato.

Tite classificou o time em quinto lugar, atrás de clubes menores como Mogi Mirim  e Ponte Preta, segundos e quarto colocados na primeira fase, respectivamente. Nas quartas de final, enfrentou a própria Ponte em Campinas. Mesmo a melhor campanha e o artilheiro do campeonato não foram suficientes para a Ponte fazer frente ao fortíssimo time de Adenor, que goleou por 4×0 naquela ocasião. Romarinho, Sheik, Guerrero e Pato marcaram.

Na semifinal, o Corinthians encarou o São Paulo, também fora de casa, já que o tricolor paulista havia feito a melhor campanha da fase de grupos. Em um jogo morno, a disputa foi para as penalidades após um 0 a 0 no tempo normal. Para o lado do São Paulo, Ganso isolou sua cobrança, e Luis Fabiano parou em Cássio. Pelo Corinthians, o lateral Alessandro acertou a trave, e Alexandre Pato fechou a série depois de duas tentativas, depois de Rogério Ceni se adiantar muito na primeira.

Na grande final, o Timão enfrentou o Santos. No primeiro jogo no Pacaembu, vitória do time da capital por 2 a 1, com gols de Paulinho e Paulo André. No jogo de volta, na Vila Belmiro, o Santos partiu para cima decidido a reverter o placar, porém a boa defesa montada por Tite durante todo o campeonato prevaleceu. Em jogada de bola parada, o Santos abriu o placar na primeira etapa, mas viu Danilo com frieza empatar um minuto depois. No segundo tempo, o Corinthians administrou o placar, e levou o 27º título paulista de sua história.

Os comandados de Tite tiveram 11 vitórias, 10 derrotas e oito empates em todo o campeonato, e apenas 18 gols sofridos, com 38 marcados. O artilheiro da equipe foi o peruano Paolo Guerrero, com oito tentos marcados.

Foto: Reprodução/Facebook



Jornalista formado pela USCS, apaixonado por esportes, cultura e comunicação. Ex-atleta em atividade, pensa que sabe algo sobre futebol, handebol e esportes americanos.