Sem objetividade, Palmeiras perde para o Goiás e não consegue vencer no Nacional

Gabriel Jesus

Domingo de manhã, quase 40 mil palmeirenses no Allianz Parque e uma atmosfera incrível. O adversário ainda se acertando, e o Palmeiras com uma equipe recheada de bons valores.

LEIA MAIS:
Opinião: Palmeiras precisa demitir Oswaldo antes que seja tarde

Ainda assim, os goianos bateram o Alviverde paulista e alcançaram a liderança temporária do Brasileiro. Já o time de Oswaldo de Oliveira tem números pífios mesmo após apenas três rodadas: dois empates e uma derrota.

O Palmeiras entrou em campo com Valdivia, e na última hora Rafael Marques foi cortado. Kelvin vestiu a camisa de titular e não decepcionou. O atacante teve algumas boas oportunidades, mas assim como o time inteiro, não conseguiu concluir.

O primeiro tempo terminou 0 a 0 e com total incerteza para uma boa partida na segunda etapa.

Sem alterações, o Verdão voltou com os mesmos erros: não tinha chance de concluir à gol. E quem aproveitou foi o Goiás: Bruno Henrique disparou, passou por dois jogadores e também por Prass. Viu Péricles sozinho e marcado pelas costas por Vitor Ramos. O jogador palmeirense desviou para as redes, mas o juiz deu gol para o goiano.

No desespero, Oswaldo sacou Zé Roberto e Gabriel, e colocou Leandro e Alan Patrick. Nada mudou. O Palmeiras continuou completamente sem objetividade, e com Valdívia errando passes consecutivos.

No final, o zagueiro Vitor Ramos, que já tinha passado pelo tribunal por expulsão, recebeu novamente vermelho após lance infantil.

Na próxima rodada, o Palmeiras enfrenta o Corinthians em Itaquera. Pela Copa do Brasil, recebe o Asa na quarta-feira.

Local: Allianz Parque, em São Paulo (SP)
Data e Horário: 23 de maio de 2015, domingo, às 11h
Árbitro: Marcelo de Lima Henrique (PE)
Assistentes: Guilherme Dias Camilo (MG) e Clovis Amaral da Silva (PE)
Gol: Péricles 29’/2ºT (0-1)
Cartões amarelos: Valdivia, Victor Ramos, Leandro Pereira, Lucas e Kelvin (PAL) e Rafael Forster, Wesley e William Kozlowski (GOI)
Cartão vermelho: Victor Ramos (PAL) E Bruno Henrique (GOI)
Renda e público: R$ 2.410.600,00/ 37.337 pagantes

PALMEIRAS: Fernando Prass; Lucas, Victor Ramos, Vitor Hugo e Egídio; Gabriel (Alan Patrick 33’/2ºT), Robinho, Zé Roberto e Valdivia; Kelvin e Leandro Pereira. Técnico: Oswaldo de Oliveira
GOIÁS: Renan; Everton, Felipe Macedo, Alex Alves e Rafael Forster; Rodrigo, Péricles (William Kozlowski 36’/2ºT), Patrick e Arthur (Robert 14’/2ºT) ; Erik (Wesley – Intervalo) e Bruno Henrique. Técnico: Hélio dos Anjos



Thiago Gomes é Administrador de Empresas. Trabalha com estratégias digitais e consultoria de e-commerce. É palmeirense e um apreciador do futebol, tanto nacional quanto internacional. Escreve para site esportivo desde 1996.