8 motivos para se emocionar com a despedida de Gerrard

Divulgação

Neste domingo (24), o futebol inglês vê pela última vez em seus gramados uma apresentação de Steven Gerrard com a camisa do Liverpool. Um dos maiores nomes do futebol mundial dos últimos tempos defenderá a partir de agora a equipe do Los Angeles Galaxy (EUA) e a seguir, você confere oito motivos que fazem com que o eterno camisa 8 dos Reds tenha escrito seu nome na história do futebol mundial como um dos maiores jogadores de sua geração.

1- Steve G, contabilizará a sua partida de número 710 com a camisa do Liverpool no derradeiro confronto frente a equipe do Stoke City, fazendo com que o meia seja o terceiro jogador que mais atuou pelo time do norte da Inglaterra, ficando atrás apenas do lendário Ian Callaghan e de seu contemporâneo Jamie Carragher.

2- Com 710 partidas na história do Liverpool, Gerrard alcançou também a importante marca de 183 gols marcados pelos Reds, nada mal para um jogador de meio campo que por muitas vezes atuou mais como uma espécie de “volante-armador”, abdicando de subir ao ataque, para ajudar seu time na marcação. Os 183 tentos anotados, garantem a Gerrard a quinta posição na ranking dos maiores artilheiros da história do Liverpool.

3- Ao longo dos mais de 16 anos defendendo o Liverpool, Gerrard se notabilizou pela sua classe, inteligência e visão de jogo, dono de uma técnica apurada Steve G, é o famoso “meia clássico” tão comentado e cada vez mais raro no futebol atual.

4– Classe e técnica entretanto não foram os únicos atributos que renderam fama ao camisa 8 do Liverpool, Gerrard é merecidamente também reconhecido pelo seu estilo “brigador” e aguerrido, que se sacrifica pelo time e pelo seu espírito de liderança dentro de campo, a final de contas com apenas 22 anos, Gerrard assumiu a braçadeira de capitão dos Reds e já se notabilizava como um comandante nato da equipe dentro das quatro linhas.

5– Só mesmo Steven Gerrard, poderia comandar o desacredito Liverpool rumo ao título da histórica conquista da Champions League de 2005. Os Reds já eram considerados grande surpresa quando conseguiram chegar à final do torneio em Istambul, derrotar o favoritíssimo e galático Millan-que contava com nomes de peso como Schevchenko, Crespo, Pirlo e Kaká- era uma façanha inimaginável, como se isso não bastasse no fim do primeiro tempo de jogo o placar mostrava um acachapante 3 a 0 a favor dos italianos. Timidamente e sob o comando do capitão Gerrard, o Liverpool foi se recuperando, primeiro com um gol do próprio Gerrard. Xabi Alonso e Smicer, completaram a tarefa que parecia impossível. O Liverpool levara a final do torneio para a decisão por pênaltis em um jogo que estava praticamente perdido. Após as cobranças o time inglês escreveu um dos capítulos mais emocionantes da história do futebol nos últimos tempos e consagrou o nome de Gerrard que fazia o Liverpool conquistar a Europa pela quinta vez.

6– Apesar de ter sido o mais marcante, o título da Champions 2004-05, não foi o único de Gerrard com a camisa do Liverpool, que construiu, aliás, uma notável galeria de troféus ao longo de sua história no time da terra dos Beatles. Começando com a Copa UEFA de 2001, ano que ainda rendeu ao Liverpool a conquista das taças da Copa da Inglaterra, Copa da Liga Inglesa, Supercopa da Inglaterra e Supercopa Europeia. Completam a lista de conquistas outras duas Copas da Liga (2004 e 2012) e os títulos de mais uma  Copa da Inglaterra e outra Supercopa da Inglaterra, ambos em 2006.

7– Com três Copas do Mundo em seu currículo, Steve G também marcou época atuando pela seleção inglesa, onde alcançou a marca de 114 jogos e 21 gols. Mesmo sem levantar sequer um troféu pelo English Team, Gerrard se notabilizou como um dos grandes nomes de sua geração por conta de sua garra e habilidade, chegando a formar o que os ingleses consideraram “o melhor meio campo do mundo”, na copa de 2006 ao lado de Frank Lampard, David Beckham e Joe Cole.

8– Não importam as glória, os títulos, os prêmios individuais ou o carinho da torcida. Steven Gerrard não joga por isso. Stevn Gerrard joga pelo seu primo dois anos mais velho, Jon Paul Gerrard  fanático torcedor do Liverpool. Sim, pelo seu primo, que assim como outras 95 pessoas, perderam sua vida no fatídico 15 de abril de 1989, no desastre de Hillsborough. Tragédia que marcou profundamente a vida de Gerrard e sua família, fazendo com que o então menino de 8 anos prometesse a si mesmo que um dia vestiria as cores vermelhas do Liverpool. “Jon Paul estaria muito orgulhoso de você” disseram os tios de Gerrard quando este fez sua estreia pelo Liverpool. “Nunca eu deixei ninguém saber sobre isso, mas é verdade. Eu jogo por Jon Paul”. Disse Steven Gerrard em sua autobiografia.

Foto: Divulgação



Santista fanático, fã de basquete e do futebol bem jogado é amante das transmissões esportivas de rádio. Estudante de economia, escreve por esporte, pelo esporte e para o esporte. danieltozzi08@hotmail.com