Marcelo Teixeira revela que Robinho ficou perto de deixar o Santos

O ex-presidente santista Marcelo Teixeira revelou no programa Fox Sports Rádio Night que Robinho se ofereceu para deixar o clube no começo do ano para tentar amenizar a crise financeira que era bastante grave.

“O clube passava por aquela fase de incerteza e insegurança e ele pediu uma conversa com o Modesto e fomos em um sábado de manhã. Ele estava disposto a sair do clube até antes do início da pré-temporada. Ele manifestou uma série de preocupações, não só financeiras, mas da estrutura do clube, a permanência de bons profissionais. Ele tinha propostas interessantes de outros clubes e ele queria ouvir quais seriam as metas do clube. Disse que se fosse para permanecer e se tornar um empecilho, poderia compor uma situação e sair”, revelou Marcelo Teixeira.

Marcelo Teixeira é uma espécie de consultor de Modesto Roma e costuma participar da administração do presidente. No começo do ano, chegou a emprestar cerca de R$ 4 milhões. Teixeira foi presidente do Santos por mais de dez anos em duas passagens pelo posto.

“O Robinho não só deu um voto de confiança ao Modesto, como se tornou um líder muito positivo, de puxar a fila nos treinamentos. Foi fundamental para que todos os atletas pudessem ter mais paciência com as dificuldades que o clube passava”, disse.

Crédito da foto: Getty Images



Editor senior do Torcedores.com, o jornalista formou-se na Universidade Metodista em 2009 e passou pelas redações do Diário do Grande ABC, Agora SP, UOL e Fox Sports, onde fez a cobertura da Copa do Mundo de 2014. Está no Torcedores desde outubro de 2014.