Guerrero é hostilizado por corintianos em aeroporto do Rio de Janeiro

Paolo Guerrero
Foto: Heuler Andrey/Getty Images

O atacante Guerrero foi hostilizado por alguns corintianos, na noite deste domingo, no Aeroporto Santos Dumont, no Rio de Janeiro, antes do embarque da delegação para São Paulo, segundo informações da Rádio Globo.

LEIA MAIS:
Guerrero perde um gol incrível e Corinthians e Fluminense não saem do zero no Maracanã
Guerrero rejeita Palmeiras: “sou torcedor do Corinthians”

Cinco corintianos dispararam gritos ofensivos contra o peruano, que não terá o contrato renovado com o clube. A palavra mercenário foi ouvida várias vezes. “Está com medo? Então vai embora”, disse um dos torcedores. Guerrero ouviu calado. Seguranças do Corinthians apareceram rapidamente e evitaram maior tumulto.

O casamento entre torcedores e o herói do título do Mundial de Clubes ficou abalado na última sexta-feira quando o presidente Roberto de Andrade anunciou em entrevista coletiva que o atacante não teria o contrato renovado. Guerrero pediu alto salário de R$ 500 mil mensais, além de R$ 18 milhões de luvas para um novo vínculo de três anos.

No empate sem gols contra o Fluminense, neste domingo, no Maracanã, o centroavante pode ter feito a sua penúltima partida pelo Timão. O seu vínculo se encerra no próximo dia 15 de julho. Depois de enfrentar o Palmeiras no próximo domingo, o atleta se apresentará a seleção peruana para a disputa da Copa América e depois deve rumar ao novo clube.

Foto: Heuler Andrey/Getty Images



Rafael Alaby é jornalista diplomado pela FIAM (Faculdades Integradas Alcântara Machado), com passagens pela Chefia de Reportagem de Esportes, da TV Bandeirantes, em São Paulo e site KiGOL. Pós-graduado em Jornalismo Esportivo e Negócios do Esporte (FMU)