Em noite pouco inspirada, Luís Fabiano desabafa sobre torcida e contrato

O atacante Luís Fabiano desabafou na noite deste sábado (23), sobre alguns problemas que vêm sendo rotineiros ao longo deste ano. O jogador não esperou o fim da partida para expor seu lado, logo no intervalo da partida o camisa 9 tricolor foi aos microfones para comentar o comportamento da torcida, seu contrato e seu futuro no São Paulo. Curiosamente, Luís Fabiano não voltou para o segundo tempo.

LEIA MAIS
São Paulo é recebido com garrafada pela torcida organizada, que poupa Ceni e Aidar

O centro avante tricolor não vive a melhor fase no clube e perto de ter seu vínculo encerrado no fim do ano, vive com o desconforto das especulações sobre seu futuro e para piorar após a eliminação do clube na Libertadores para o Cruzeiro, a torcida não poupou críticas sobre seu camisa 9.

Luís Fabiano, polêmico como sempre não esperou o jogo terminar e já no intervalo se disse frustado com as vaias, os gritos de ‘pipoqueiro’ e com o comportamento da torcida ao receber o time na tarde deste sábado com garrafadas.

— É um pouco frustrante. Mas a partir do momento em que o torcedor pagou ingresso e está no estádio ele tem o direito de se manifestar da maneira que quiser. É frustrante, mas é o direito deles. Eu estrou tranquilo, tenho de cumprir com as minhas obrigações. A partir do momento em que visto a camisa do São Paulo tenho de fazer o meu melhor, independente da situação. Muito se fala e pouco se faz. Eu estou tranquilo, fazendo o meu papel, afirmou Luís Fabiano.

Sobre a última frase do jogador, pode se entender como uma indireta para diretoria do São Paulo, já que nos bastidores afirmam que em nenhum momento houve uma procura da própria para renovação do contrato com o atacante.

Em seus 45 minutos no campo, o camisa 9 do tricolor não teve bom desempenho, deu apenas um chute perigoso a gol e como de costume parecia ‘nervoso’, o Fabuloso não voltou para o segundo tempo, foi substituído por Alexandre Pato.

Fato que gerou mal estar também foi que Luís Fabiano não esperou o jogo acabar para ir embora do vestiário com seus companheiros e se dirigiu sozinho ao ônibus da delegação.

Foto: Getty Images



Jornalista em formação. Fanático por esportes, principalmente futebol. Vivo em busca de desafios e oportunidades que a vida me proporciona.