Elias confirma proposta do Flamengo, mas garante: “Está decidido que fico no Corinthians”

crédito foto: Daniel Augusto Jr/Agência Corinthians

No final de semana, surgiu a notícia de que Elias havia recebido oferta para voltar ao Flamengo. O meia confirmou a proposta, mas garantiu que permanecerá no Corinthians pelo menos até o final do contrato em 2017, segundo o site Globoesporte.com.

LEIA MAIS:
Mercado da bola: Flamengo e Guerrero acertam contrato, diz site

“Houve o contato com o Flamengo. Conversei com a diretoria do Corinthians no sábado pela manhã e ficou decidido que as negociações estavam encerradas. Apareceu essa proposta e houve um mal-entendido, pois eu nunca demonstrei interesse em sair. Mesmo com esse momento econômico difícil ou por qualquer outra coisa, não penso em deixar o clube”, disse.

“Está decidido que fico no Corinthians. Quero fazer um bom Brasileiro e brigar por títulos. Antes, fazer uma boa Copa América com a seleção brasileira. Sempre no início dos anos aparecem especulações, não só do Flamengo, como de outros países. Há sempre uma perspectiva de venda. Nunca podemos falar que vamos ficar porque pode aparecer alguma proposta irrecusável e você acaba aceitando. Eu pretendo continuar no Corinthians até o fim do meu contrato. Se aparecer alguma oferta milionária, vamos sentar e conversar com a diretoria”, completou.

As negociações começaram no meio da semana passada. O Corinthians demonstrou interesse em liberar o meio-campista, já que atravessa por um período crítico financeiramente e necessita de R$ 9 milhões para quitar a dívida com o Sporting, ex-clube de Elias. O jogador bateu o pé, negou que tivesse chegado a um acordo financeiro com o Flamengo e reiterou o desejo de permanecer no Timão por questões familiares.

“O Flamengo procurou meu pai, que me ligou. Ele me disse: “O Flamengo está interessado, o que falamos?”. Nós não podemos falar não. O Flamengo me colocou em uma saia-justa. Estou jogando em um clube que gosto e torço e vem o clube com o qual eu me identifiquei muito. Não tem como falar não, não tem como rejeitar. Depois, pensando bem, talvez eu tenha agido mal com os dois clubes por ter conversado. Pensei bem com a minha família e encerramos qualquer tipo de negociação”, explicou.

No empate sem gols contra o Fluminense, no domingo, no Maracanã, Elias iniciou a partida no banco de reservas. O camisa 7 confirmou que a decisão do treinador foi devido ao fato de a negociação estar em andamento.

“Ele é muito exigente nessa parte de concentração e foco para os jogos. Eu falei que queria ser convocado e resolvemos sem problema nenhum”, afirmou.

crédito foto: Daniel Augusto Jr/Agência Corinthians

 



Rafael Alaby é jornalista diplomado pela FIAM (Faculdades Integradas Alcântara Machado), com passagens pela Chefia de Reportagem de Esportes, da TV Bandeirantes, em São Paulo e site KiGOL. Pós-graduado em Jornalismo Esportivo e Negócios do Esporte (FMU)