Diretoria do Corinthians não quer que Guerrero enfrente o Palmeiras, diz site

Foto: Daniel Augusto Jr./Agência Corinthians

O atacante Guerrero pode ter feito no último domingo, contra o Fluminense, no Maracanã, a sua última partida pelo Corinthians. De acordo com o site da ESPN, a diretoria corintiana praticamente bateu o martelo para que o camisa 9 não dispute o clássico contra o Palmeiras, no próximo domingo, na Arena, naquele que seria o seu último jogo antes de viajar com a seleção peruana para a disputa da Copa América. A decisão final sairá nesta quarta-feira em reunião com a comissão técnica.

LEIA MAIS:
Zagueiro Felipe, do Corinthians, pode ser negociado com o Napoli por R$ 24 mi
Mercado da bola: Promessa do Corinthians, Matheus Cassini é o novo reforço do Palermo

A não renovação contratual do atacante e o fato de estar em tratativas para defender o Flamengo a partir do dia 15 de julho, quando termina o seu vínculo com o Timão, devem contribuir para o veto. Andrés Sanchez, superintendente e ex-presidente do clube, é um dos membros que são contra a utilização.

Segundo a publicação, a cúpula do Parque São Jorge nega, mas há informações de pressão da torcida para que Guerrero nem apareça no estádio. Chamando o atleta de “mercenário” pela pedida de R$ 18 milhões (valor das luvas por um contrato de três anos), as organizadas apoiaram a não renovação do contrato.

É bom lembrar que Guerrero foi hostilizado por alguns torcedores na noite de último domingo, no Aeroporto Santos Dumont, no Rio de Janeiro, antes do embarque da delegação para a capital paulista.

Foto: Daniel Augusto Jr./Agência Corinthians



Rafael Alaby é jornalista diplomado pela FIAM (Faculdades Integradas Alcântara Machado), com passagens pela Chefia de Reportagem de Esportes, da TV Bandeirantes, em São Paulo e site KiGOL. Pós-graduado em Jornalismo Esportivo e Negócios do Esporte (FMU)